Review – Switched At Birth 1×08 – Pandora’s Box

Uau. Switched at Birth acabou de tomar um rumo completamente diferente.

Esse episódio mostrou que a série não é uma coisa ‘fofinha’ como estava sendo nas últimas semanas. Agora, como a abertura da caixa de Pandora, ou, melhor, a caixa do violão, mentiras, culpa e acusações raiva estão dominando a série.

No final do episódio anterior, Daphne descobre que Regina estava perseguindo Bay fazia muito tempo. Agora, ela quer saber a verdade e pelo jeito, todo mundo quer também. Regina poderia muito bem ter falado a verdade antes de a bomba explodir, e o pior ainda foi Kathryn e John descobrirem isso durante o processo.

Aparentemente, Regina sente-se confortável em viver numa teia de mentiras e Daphne não. Isso mostra o quanto elas são diferentes. Agora, Bay sente-se abandonada por Regina, Daphne sente-se traída por ela – além de agora descobrir que o pai dela foi embora por causa dela- enquanto os Kennishes sentem-se traídos por terem perdido tanto tempo longe da vida da ruivinha. Regina poderia pegar logo toda sua mudança e voltar para o EL México porque obviamente, ninguém quer a latinha no Kansas.

As emoções que todos estão sentindo em relação a Regina é algo que aconteceu ou é algo que já estava quase explodindo? Não sei o que pensar, mas sinto que Regina poderia ter evitado aquele drama, principalmente por causa de Bay. A latina sabia da existência dela e não foi atrás. Acho que alguém não vai estar mais na lista de natal dos Kennishes, hein.

A única coisa que fez sentido para que Regina continuasse vivendo uma mentira era ela achando que caso todos soubessem mais cedo da troca, ela ficaria sem Daphne. Gostei da ruivinha finalmente se impondo contra a mãe, magoando ela. Regina, porém, tem razão: por ela considerar Daphne sua filha e criar ela como uma deve contar para alguma coisa. 

Eu gosto do Emmet e Bay juntos, mas ele também está mentindo pra cacete na série.. para sua melhor amiga. Não entendo qual é o problema de falar que quer fazer coito com Bay. Bom, óbvio, ele não quer falar… mas vocês entenderam. Aquela falta de putaria envolvendo Daph me fez duvidar da sanidade da personagem: por que será que ela não foi para os finalmentes com ele? Se eu fosse ela, pegava logo aquele tesão. 

A série está se tornando bem tensa. Será interessante ver como as personagens lidarão com as descobertas e como as relações entre eles ficarão após esse episódio.

Sigam-me no twitter: @marcoacpontes

Publicado em julho 31, 2011, em Review, Switched at Birth. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: