Review – Damages 4×01 – There’s Only One Way to Try a Case

Patty Hewes voltou.

Depois de quase um ano e meio e de um cancelamento certo, a série foi milagrosamente salva pelo canal DIRECTV, que já programou pelo menos mais duas temporadas e fez a alegria de milhões de fãs ávidos por esse programa de roteiro engenhoso, produção de primeira e elenco sempre em sintonia.



Depois de assistir ao trailer, fiquei com medo de que o novo canal tentasse suavizar o tom da série, na tentativa de torná-la mais popular, por isso, respiro aliviado, já que Damages voltou ótima, da mesma forma como a deixamos.


Começando sua temporada cerca de 3 anos após os acontecimentos da anterior, Patty precisa criar a neta sozinha, já que a própria mandou a nora pra cadeia, e entrevista a babá como se ela fosse a nova advogada, numa cena que apresenta perfeitamente como ela lida com a situação. É claro que nenhuma babá será boa o bastante já que todas terão uma relação com Catherine que a avó não consegue ter. E eu não gostaria de estar no lugar da menina enquanto ela ouve aquele “What?” da Patty Hewes.


Enquanto isso, Ellen sente-se entediada em outra firma e busca casos mais desafiadores, como o processo em cima de uma empresa que presta serviçoe terceirizados para o exército norte-americano, mais uma vez um caso baseado numa história real. Tive a impressão de que, apesar da distância, Ellen ficou mais parecida com sua ex-chefe. Ela foi atrás do ex-colega de classe só porque ele trabalhava na High Five, aceita jantar com Patty só por causa dos contatos dela, além de procurar casos parecidos com os que trabalhava antes.


A relação entre elas parece um pouco mais madura, mas senti um climão durante o jantar, já que é claro o sentimento de desconfiança entre as duas. Foi possível perceber também uma leve mudança de personalidade da Patty, já que esta agora dá conselhos sobre vida pessoal e carreira. E por um breve momento, pensei que ela também tivesse ficado medrosa, aconselhando Ellen a se afastar da High Five. Por isso, foi ótimo vê-la logo em seguida pedindo a sua secretária para investigar a empresa.


Só senti falta de um flashforward mais intrigante. Já tivemos Ellen correndo ensaguentada, Ellen dando um tiro em alguém e o Tom morto logo de cara. Aqui, o único mistério é saber quem estava segurando a medalhinha. Mas eu confio nesses roteiristas de que eles trarão mais uma temporada sensacional.

Publicado em agosto 3, 2011, em Damages, Review. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: