Review – True Blood 4×12 – And When I Die (Season Finale)

A season finale que todos amaram ou odiaram.

Esta temporada de True Blood foi invadida por críticas de todos os lados. Amantes, posers, fãs-incondicionais, vampiros… todo mundo resolveu usar a língua afiada para criticar e não pouco, MUITO, toda a temporada. É indiscutível que, sim, o nível de True Blood em alguns aspectos caiu bastante nessa temporada. Quando vejo ela como um todo, o saldo foi extremamente positivo. Não sou hipócrita a ponto de falar que não houveram problemas esse ano. Tivemos e até demais. Agora, falar que a quarta temporada é a pior de todas, que todas as histórias não foram o suficiente ou até que tivemos uma season finale horrível, aí já mostra que, realmente, não sabe do que está falando.

O começo da temporada foi bastante peculiar, junto com diversos episódios que se seguiram. As tramas não foram desenvolvidas de forma rápida então eu sei que, para alguns, acontecimentos de episódios passados até esse foram vomitados na nossa cara. Poxa, temos somente 12 episódios. Não dá pra colocar TUDO que será mostrado nos 3 primeiros episódios e continuar a temporada normalmente. Tenho certeza que se fosse assim, com toda a história desenvolvida desde o começo, as críticas seriam maiores do que já são. Encontre o meio termo, então. O negócio aqui não é 8 ou 80, precisa achar um equilíbrio e parar de criticar tanto uma produção que, se você está vendo até essa season finale, você é um fã.

Concordo, porém, que a season finale foi bastante apressada e não de uma forma agradável. Tivemos alguns momentos de vergonha alheira, mas pelo menos tivemos uma limpa no elenco. Já foi um ponto positivo. Entendam: não gostei muito da season finale. Entretanto, foi melhor do que o final da terceira temporada e muito melhor do que diversos episódios dessa temporada. Sinto que True Blood fechou uma temporada instável da melhor forma possível para Allan Ball. Entretanto, tivemos uma temporada que não trouxe nenhuma evolução para a série.

Sou fã do cara e quero ter filhos com ele. Porém, a forma com que ele resolveu terminar tudo foi um pouco desleixado, para dizer o mínimo. Devíamos ter tido uma participação maior de Lafaytte como Marnie e sinto que foi muito, MUITO fácil Holly conseguir trazer de volta todas aquelas almas penadas. Entretanto, mesmo aparecendo só um pouco, Fiona Shaw (Marnie) mostrou que consegue atuar em círculos e com os olhos fechados perto de muitos atores naquela série.

A partir daí, tivemos só coisas desnecessárias e percebi que o episódio continuaria assim até o final mesmo. Tivemos muitos plots que serão desenvolvidos na próxima temporada mas não tivemos nenhum momento impactante. Aliás, faz duas temporadas que True Blood não mostra um final impactante. Todo mundo sabia que Sookie ia dar um leve passeio no mundo das fadas e voltaria e todo mundo sabe que Tara não vai morrer. 
 
Tivemos muitas aparições de almas penadas nesse episódio e quase nenhuma foi divertida. Renee voltou só para assustar Arlene e nada mais. O irmão do marido dela apareceu do nada para uma cena de 1 minuto e pronto. Novamente, muitos plots interessantes para o núcleo da ruiva. Ainda não consigo superar o plot do baby dela. Era só uma fantasma chocolate querendo a criança de volta. Simples assim.

Jesus foi a única morte que me senti mal. O relacionamento dele com Lafayette é, de longe, o mais estável de toda a série. Aquela cena em que Bill e Eric drenam Sookie e na verdade, queriam estar penetrando-a, foi totalmente desnecessária, mas foi um fechamento também. Agora, Sook pode finalmente se concentrar no sangue quente de Alcide.

Porém, o final apresentou uma conclusão mais digna do que o desastroso final da temporada passada. Isso não quer dizer muita coisa, mas já é um ponto positivo. Titio Bola conseguiu fechar diversos outros arcos que estavam sendo criticados durante a season. Ainda temos lá diversos personagens que não trazem nada de novo para a série, mas o que Sookie andou fazendo essa temporada toda? Só andou ganhando penetração. 
 
E só mais uma coisa: RUSSELL EDGINGTON IS BACK!!!

Publicado em setembro 12, 2011, em Review, True Blood. Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Concordo plenamente com o post. Fico revoltada com alguns blogs por aí que ficam falando que a temporada foi uma porcaria. Quando não estou satisfeita com uma série, eu abandono sem olhar pra trás. Deviam fazer o mesmo ao invés de críticas tão pesadas em cima da série. Se não desse audiência, não seria renovada.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: