Review – Alphas 1×10 – The Unusual Suspects

Vocês não me batem se eu falar de novo que foi bom?
Confesso que me bateu um desespero gigante vendo o video promocional do episódio com o narrador falando que havia um agente duplo na equipe e que eles estavam sendo traídos, e por Deus, os roteiristas foram magníficos e estão fazendo de Alphas a melhor série da Summer Season.
Com as minhas preferidas retornando, com várias novas estreiando, eu que pensei que deixaria Alphas de lado me enganei profundamente e já estou começando a me preparar pelo grande finale desta temporada quase perfeita de Alphas.
A cada episódio, parece que estamos vendo um filme de meia-duração e com qualidade fenomenal. As tomadas e a fotografia neste episódio me chamaram muito a atenção. A Syfy e toda a produção da série capricha a cada nova cena, a cada novo detalhe.
A série começa a encaminhar a sua trama para o final de temporada, preparando o terreno e começando a colher bons frutos semeados naquele piloto. As investigações do agente da CIA, Clay (o que o IMDb não faz por nós), apesar de terem sido bem um tratamento de choque, foi bem legal.
Gostei da maneira que foi exibida a forma como os Alphas e o Dr. Rosen foram capturados, aprisionados e interrogados. O episódio foi tão bom que eu só percebi que tinha acabado porque apareceu os créditos.
Além de introduzir um Alpha com um poder herdado de Lie to Me, a série sambou na nossa cara o tempo todo. Com vista de que o Clay não atingiu seu objetivo em tirar a verdade e descobrir o agente da Red Flag infiltrado na equipe do governo, todos foram reunidos na mesma sala e quem acabou sendo premiado, mais uma vez, foi o público.
Em mais uma cena de ação e lutinha, é claro, os Alphas seguiram um plano maluco do Dr. Rosen e conseguiram fugir das instalações de Binghamton, mas não foram muito longe. Às cegas, um acusou o outro e ficamos nisso.
Com diálogos rápidos e interpretações realmente muito boas, a produção e os roteiristas nos fizeram de brinquedinho e antes de revelar o real traidor, vimos a culpa cair sobre o Hicks, que além de se defender das acusações, também teve de se defender dos golpes do Bill.
No fim das contas, a descoberta de que o Dr. Rosen era o traidor, o responsável pela morte dos três cientistas envolvidos num tal projeto e trabalhar para a Red Flag. E com mais uma sambada, vimos que o Rosen era apenas um metamorfo.
Genial. O meu temor para que tudo o que a série construiu ir ao ralo foi embora numa jogada inteligente, apesar de clichê. Capturado pela CIA, pode dizer que a guerra entre as forças está só começando.
David Strathairn possuído neste episódio e o garoto Ryan Cartwright muito bom como sempre. A série terá sua temporada encerrada semana que vem, com uma mitologia enorme a ser explorada, com altos índices de audiência e segunda temporada garantida.

Publicado em setembro 23, 2011, em Alphas, Review. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: