Review – The Good Wife 3×01 – A New Day


Não deixe o nome te enganar…

Alicia Florrick não é mais a boa esposa… É uma nova e revigorada mulher, que está cansada de sempre se decepcionar, e está entrando em uma nova fase, um novo começo, um novo dia. Bem no começo do episódio já deu para sentir: Alicia saindo do elevador extremamente confiante, com roupas mais coladas do que o normal e no meio do episódio, com ela sendo bastante agressiva no tribunal. Geralmente,ela fica mais no que é certo… Mas poxa, ela até manipulou o juiz à quase desistir do caso.

Falando do caso da semana, que genial. Como tudo não é o que parece, claramente não estaríamos lidando com um crime de ódio. Estávamos lidando com um crime passional, envolvendo um muçulmano e um judeu que eram amantes. É bom ver temas tão atuais sendo abordados na série, que sempre foi e sempre será, uma das séries mais ousadas da TV aberta norte-americana.

Eli foi outro que passou por grandes mudanças: agora, trabalhando na Lockhart & Gardner, ele precisou lidar com um cliente que pode ter o contratado somente pela sua religião. Eli sempre foi um bipolar na série, e vimos então, que tinha seus próprios interesses ao aceitar a proposta de trabalho.

Mesmo que no momento o relacionamento de Will e Alicia não está muito definido, praticamente todo o resto está. Com Peter agora como procurador e Cary com um ódio mortal de Alicia, todos os casos devem ser uma forma dos dois despejarem a vontade de jogar ela na parede. Peter, porém, não percebe que Alicia está mudada e com o tempo, ele vai parar de acertar quase todos as ações da ex-esposa. Kalinda não estava muito motivada nesse episódio e nem sei bem se a entrada de Sofia para a promotoria foi uma boa ideia… Kalinda já se sente isolada por causa do término da amizade com Alicia, então não sei se essa nova adição vai ajudar as coisas. A vida pessoal de Kalinda é muito bagunçada, e não, eu não quero ver um sexo à três com ela, Cary e Sofia.

Gostei, então, de como o programa não vai ficar explorando cada momento íntimo da vida de Alicia, mas somente pelo fato dos roteiristas conseguirem achar um equilíbio entre o choque emocional que Alicia está passando na sua vida pessoal – chegando ao ponto de ter que fingir um clima tensão entre a própria e Will para depois ficarem só na penetração – e com os desafios que ela lida toda semana na vida profissional já prova que temos uma produção de qualidade e inteligente, algo que a maioria das outras séries por aí não possui.

@marcoacpontes

Publicado em setembro 30, 2011, em Review, The Good Wife. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: