Review – Grey’s Anatomy 8×03 – Take the Lead

Impressionante como um bom texto pode fazer toda a diferença.

Grey’s Anatomy fez um ótimo episódio essa semana e o diálogo da cena final entre Meredith e Derek me fez sentir que os rumos pra essa 8ª temporada podem estar muito certos.

O casal ainda vem enfrentando as conseqüências da sabotagem de Meredith, o que acabou lhes custando a perda da guarda de Zola. Como eu já havia falado na ultima review, tinha achado a reação de Derek exagerada demais e por causa disso achei que a resolução para que o casal se acertasse fosse muito simples, mas toda a justificativa de Derek para sua reação fez todo o sentido. Olhando o contexto da série vemos que ele já sofreu demais com os impulsos de Meredith, coisa que ele odeia e que faz amá-la ao mesmo tempo. E para que o relacionamento do casal volte a dar certo eles terão que trabalhar separados. Agora é ver onde isso vai dar.
Fora o shiper MerDer, o restante dos personagens parecem não estar vivendo um grande drama. Christina e Owen que tiveram certo desconforto entre si, logo se acertaram. Na verdade a dinâmica do casal foi até divertida, após todo o drama do aborto.
Owen que agora é o novo Chefe do hospital, após a desistência de Richard, começa a enfrentar alguns problemas com Bailey. Senti que no fundo ela queria que o Cheif tivesse escolhido ela para gerenciar o hospital. Mas esses “problemas” com Bailey acabam não passando de implicância dela, causando mais momentos divertidos na série.
E finalmente chegou a hora dos residentes começarem a operar sozinhos. Teve drama com o paciente de Alex, que treinou para operar do lado contrário, esquecendo que a partir daquele momento ele que conduziria a cirurgia. Alex quase estragou tudo, mas acabou se saindo eficiente, se bem que o paciente já não tinha mais chance e isso não fez diferença.
Meredith foi brilhante, fazendo juz ao sobrenome Grey e nem a tensão com Derek fez ela se sair mal, mas foi o motivo para que ela chegasse a conclusão de que os dois não podem mais trabalhar juntos.
Cristina foi demais, é impressionante como a atriz consegue executar cenas dramáticas e ser cômica com tanta competência. Achei ótimo o tratamento com os novos internos. E o melhor foi na hora da cirurgia onde  ela não lembrava como fazer um procedimento simples que nem a própria Teddy se recordava. Foi hilário.
Já Avery após ter convencido Arizona que ele seria capaz de fazer uma cirurgia plástica em um bebê, voltou atrás na ultima hora e preferiu chamar Sloan para fazer o procedimento. Na verdade nada disso me importa, pois o que me incomodou mesmo foi a ausência de Little Grey, que não apareceu no episódio nem pra dizer oi ou balançar a cabeça. Espero que nas próximas semanas não deixem ela de fora.
Parece que Grey’s Anatomy voltou a sua velha e boa fórmula. Drama focando em quem realmente é protagonista, tensão dentro das salas de cirurgia e dinâmica nas partes cômicas. Esperamos que o restante da temporada siga nesse ritmo.

@Wellington_Ign

Publicado em outubro 1, 2011, em Grey's Anatomy, Review. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: