Review – Dexter 6×01 – Those Kinds of Things

Finalmente o nosso justiceiro favorito está de volta.

            Um ano se passou desde os acontecimentos do último episódio. Acho que a ideia de pular um ano foi muito boa, assim podemos ver o Dexter curado depois da Lumen (Julia Stiles) ter o deixado, e podemos ver qual rumo ele tomou depois disso.
Muita coisa mudou nesse último ano. A LaGuerta virou Capitã depois de chantagear o Deputy Chief Matthews, agora o Angel vai substitui-la em seu antigo posto. A Deb e o Quinn continuam juntos, e parece que o Quinn está pronto para dar o próximo passo no relacionamento. Agora a irmã do Angel é a nova babá do Harrisson (que continua a coisa mais linda do mundo).
Eu vejo a ideia do Dexter de comprar o apartamento ao lado e contratado a irmã do Angel como babá como positiva e negativa ao mesmo tempo. Por um lado é bom porque o Dexter vai ter espaço para sair de casa a hora que quiser sem ser notado e ter alguém para cuidar do filho, mas por outro lado pode ser um problema já que agora o Angel vai ficar mais perto dele, fazendo com que qualquer descuido por parte do Dex seja fatal.
O Dexter sempre se preocupou com o que ele não quer para o seu filho, ao ir a uma entrevista em uma escola católica onde ele quer que o filho estude, ele passou a pensar nas coisas boas que ele quer ensinar a ele. Ver a imagem de Jesus pregado na cruz na futura escola do Harrisson mexeu com a cabeça do Dexter a ponto dele se perguntar se ele seria perdoado por Deus mesmo depois de ter matado tantas pessoas.  Pelo menos foram todos pessoas do mal, então Deus tem que dar um desconto.
O tema religioso não vai ser abordado não é apenas na escola. O mais novo caso no qual os detetives do Miami Metro estão trabalhando gira em torno da morte misteriosa de um homem que teve o intestino removido e a barriga suturada com sete cobras dentro. Creepy né? Eu acho que investir nessas questões religiosas não é um bom caminho para a série, espero que me provem o contrário.

Nesse primeiro episódio nós vimos que o Dexter voltou a sua origem, agora tudo o que ele mais deseja é matar alguém, exatamente como nos velhos tempos. Apesar de toda essa tensão, o episódio teve uma dosagem certa de “comédia”. Foi muito engraçado o Dexter na sua reunião de 20 anos pós High School. Os motivos da ida dele não foram nenhum além de fazer justiça e saciar a enorme vontade de tirar a vida de alguém, mas a parte dele dançando, do Harry motivando ele, e dele sendo popular entre seus antigos colegas de classe realmente valeram o episódio.
 
Eu não consigo entender qual é a intenção daquele Travis Marshall e do Professor Gellar. Eles passaram o episódio inteiro fazendo aquelas coisas estranhas. Realmente não dá para saber qual é a deles, mas julgando pela primeira “obra de arte” feita pelos dois, provavelmente coisa boa não vai sair dali.


Foi um excelente começo de temporada, com ótimas falas, ótima narração, as partes de comédia, tensão e mistério foram divididas na medida certa. Essa temporada provavelmente tem tudo para ser sem dúvida uma das melhores, então fiquem ligados nos episódios, e até a próxima!

Publicado em outubro 7, 2011, em Dexter, Review. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: