Review: Supernatural 7×10 – Death’s Door (Fall Finale)

Você quebra tudo que toca.

Se você reclamou algum dia já reclamou de Bobby Singer não aparecer tanto em Supernatural, conheceu o cotidiano do velho bêbado em 6×04 ‘Weekend at Bobby’s’, e neste episódio, sua dolorosa morte e suas tentativas de escapar dela. CHOREI… O EPISÓDIO… INTEIRO, assim como nas mortes de Ellen e Jo em 5×10 ‘Abandon All Hope’. Queria só agradecer ao maravilhoso roteirista do episódio, Sera Gamble (showrunner, a responsável por f*der com a 6° Temporada e fazem POSERS – sim, posers, pois se fosse fãs de verdade não iriam… – abandonarem a série), por me surpreender a cada segundo, a cada detalhe emocionante.
Quem diria que Bobby Singer, o segundo pai dos nossos jovens caçadores Winchester’s, iria morrer algum dia? Todo mundo sabia que ele podia morrer a qualquer hora, só não queríamos isso. Bobby já enfrentou coisas demais na vida, monstros, fantasmas, demônios de todos os tipos, mas o maior demônio da sua vida conhecemos na sua última memória, na sua ultima porta antes da morte.
Eu simplesmente amei, desde o inicio que mostrou a bala encrava na testa do Titio Bob, toda porta que ele entrava era uma lembrança, seja boa ou ruim. E ele tentando correr do seu ceifador, chamando em uma certa memória seu BFF Rufus (que morreu no 6×16) para encontrar a última e pior lembrança, a última porta que poderia ou não escapar da morte, olha podem me chamar de idiota, mas até escrevendo essa review estou arrepiado.
Quanto à Dean e Sam, fiquei com maior dó, QUE DÓ QUE DÓ! Sam estava triste, mas o Dean… Tava pra derramar litros e litros. Perder a pessoa que eles consideram seu segundo pai, aliás, perder os dois pais, é bem triste, é um azar maldito. Dean teve a chance de encontrar Dick e ameaçá-lo por um instante, mas não serviu de nada, também não entendi as pessoas no fundo tirando foto, será que ainda tem a ver com o 6×06? Mas enfim, eu quase que me decepciono quando o Bobby acorda do nada, porque tipo, se é o episodio da morte dele, é pra ele morrer não?
Felizmente ele teve a chance de escrever um recado na mão de Sam, dizendo “454895”, a mesma mensagem que ele que os garotos lembrassem o que estavam acontecendo. Sei lá, esse é um código de..de morte? Não foi revelado muito sobre isso, só que o Bobby precisava falar pros garotos desse número.
Agora uma coisa é certa, será que Bobby vai escolher ser um fantasma, ou decidir ir para “o além” com o ceifador? Porque eu concordo com Rufus, algum caçador teria de matá-lo, sem falar do tanto que ele ficaria louco e sozinho. Mas acho que ele escolheu ir com o ceifador sim.
Em tributo ao nosso velho caçador bêbado, deixo um vídeo avulso de um dos seus momentos melhores momentos. Supernatural retorna dia 06 de Janeiro, com o episódio 7×11 ‘Adventures in Babysitting’.
#RIP BOBBY SINGER.
Nota do Episódio: 10
@ipcs_

Publicado em dezembro 3, 2011, em Review, Supernatural. Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: