Review: Glee 3×07 – I Kissed a Girl

O trenzinho da alegria.



Finalmente tivemos umclímax para o problema de Santana. Não é de fato um problema esim, uma necessidade de fazer safadeza com Brittany sem precisar serescondida. A questão é que a série sempre consegue lidar muito bemcom a questão dos homossexuais (Ryan Murphy, oi?) e com isso, tudofica mais divertido.


Entretanto, foi bemprevisível que a pessoa que Santana mais ama não iria aceitá-la deprimeira. Não tenho dúvidas, porém, que o motivo pelo qual elaficou desconfortável quando a neta disse a verdade é porque, naverdade, a velha é lésbica também.


Quando pensamos nosúltimos episódios, vemos que foi totalmente coerente Rachel dar aLoka e enfiar mais de 100 cédulas na urna da eleição. Tinhacerteza que Kurt não iria fazer isso e muito menos Finn, óbvio. Sófaltou então para a safadinha, que claramente não terá muito usonos próximos episódios. Estou achando super desnecessário que emtodos episódios tem o momento ‘Derrota do Glee Club’. Isso já estáficando falho. Sabemos que esse ano o clube vai ganhar tudo, já queano que vem alguns dos personagens não voltarão.


Achei incrível queRachel realmente achou que Kurt iria atirar em Brittany e tenhocerteza que ela iria fazer isso sem pensar duas vezes. Santana estavaextremamente má nesse episódio, com a outra personalidade, Snixx,que provavelmente é a personalidade dominante dentro do corpo, semcontar que Finn tentou se mostrar útil (já que para outras coisas,ele não sabe) durante o episódio e com isso, me fez incluir maisuma coisa na listinha das coisas que ele não consegue fazer.


Gostei do destaque quederam para Beiste durante o episódio, menos da apresentação de“Jolene”. A voz dela não é feminina para uma música dessejeito. Felizmente, ela ainda consegue ser sexy mesmo comendo 3animais em uma refeição só.


Não queria que Pucktivesse dito para Quinn sobre o relacionamento com a Bruxá Má doOeste. A história dos dois já não é muito desenvolvida, só nesseepisódio que teve algum bom desenvolvimento (e que desenvolvimento)e já estão tentando atirar pedras nos dois? Desnecessário dizerque fiquei com muita dó quando Puck foi expulso da casa de Shelby.Será que ele é tão ruim na cama que já na primeira oportunidade asafada o manda embora?


Pensando no geral, claroque todos gostaram de “I Kissed a Girl” e além do mais, nãogostaram de “Girls Just Wanna Have Fun”. Eu discordo. Claro quecom Girls, Cory (Finn) mostrou novamente que não consegue cantar,mas a versão ficou boa, levando em consideração que a intençãonaquela cena era emocionar e não fazer uma festa com roupascoloridas, botas e mechas divertidas no cabelo.


Quinn é tão burra quedepois daquela super briga semana, ela achava que Puck estariacantando a música para ela. Além do mais, para provar que ela ésuper instável, queria fazer outro bebê com o mesmo, como se dessavez isso fosse funcionar.

Músicas no episódio:

“Perfect” (Pink) – Kurt (Chris Colfer) e Blaine (Darren Criss)

“I’m the Only One” (Melissa Etheridge) – Puck (Mark Salling)

“Girls Just Wanna Have Fun” (Cindy Lauper) – Finn (Cory Monteith)

“Jolene” (Dolly Parton) – Beiste (Dot Marie Jones)

“I Kissed a Girl” (Katy Perry) – Santana (Naya Rivera), Rachel (Lea Michele), New Directions Girl’s e The Troubletones

“Constant Craving” (K.D. Lang) – Santana (Naya Rivera), Shelby (Idina Menzel) e Kurt (Chris Colfer)

@marcoacpontes

Publicado em dezembro 21, 2011, em Glee, Review. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: