Review: Hawaii Five-O 2×10 – Ki’ilua


Shelburne who?

Às vezes (quase sempre) me sinto tão afortunado por acompanhar Hawaii Five-O. A série, além de ser uma das melhores procedurals do momento, consegue de alguma forma, entregar um episódio mais brilhante do o outro, sem contar a qualidade da produção, que sempre é nível cinematográfica.


Não foi nenhuma exceção. De alguma forma, vendo o teaser do episódio 10 já tinha certeza que seria um tipo de Season Finale fora de época. Não deu em outra. Hawaii Five-O apostou alto, conseguindo se provar no meio de tantas outras séries que não possuem nem um calibre parecido.

Já fiquei interessado quando Jenna, ao invés de ir logo para DC, deu uma de safada e quis passar mesmo 3 meses alugando um bangalô no Hawaii. Só para morrer momentos depois, já que não entende que Wo Fat não está lá para brincar.

Tudo bem que ela ficou mais esperançosa depois da jornalista ir atrás dela, comentando que tinha uma fonte na Coréia que sabia que Josh ainda estava vivo. Muito suspeito tudo isso. Jenna devia ter pensado um pouco melhor. Talvez assim, ela não morreria tão cedo. Sem contar que ela é tão burra, que ao invés de pegar a arma do homem que ela tinha nocautado depois de ver Josh morto, ela decide se trancar na salinha com Josh morto e com uma cadeira. Pelo menos ela jogou o dispositivo para fora, tentando ajudar a equipe.

Mesmo que ela tenha feito uma super burrada e ainda levou Steve para uma região, diga-se de passagem, bastante instável com os EUA, ainda tentou se redimir no final, entregando a chave (?) da salvação do comandante. Fiquei mais abalado com a morte dela do que achava que ficaria.

Wo Fat pode ser bom em diversas coisas, mas em uma coisa claramente não é: Não sabe usar o Google (e ainda pior, registros militares) para achar uma pessoa. Depois daquela frase ‘You’re gonna take me to Shelburne’, acho que ninguém tem dúvidas que estamos lidando de fato, com uma pessoa, certo?

Mesmo que tenha sido um episódio épico, ainda não consegue passar sem pelo menos um furo de roteiro. Lori disse que nunca havia manuseado e nunca tinha ouvido falar daquela arma superpoderosa, mas de alguma forma, além de sabe como atirar, ainda sabia como montá-la.

Ainda há mais conspirações na série. Joe White está querendo dividir todos, dando uma de John Locke, em Lost? Será que podemos considerar Steve como um Jack? Sabemos que ele sabe mais do que está dizendo, então só é questão de tempo até Steve resolver parar de ser um bom camarada e dar uma de SEAL para cima dele.

Devo comentar também sobre aquele primeiro embate entre os asiáticos e Steve. Todo o tiroteio foi muito bem filmado. Aquele efeito de tremedeira da câmera fez tudo ficar mais interessante e emocionante.

PS: Não se case. Ache uma mulher que odeia e compre uma casa para ela. 

@marcoacpontes

Publicado em dezembro 24, 2011, em Hawaii Five-0, Review. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: