Review: Two and a half men 9×13 – Slowly and in a Circular Fashion

Após “One False Move, Zimbabwe” posso dizer que eu como fã de Two and a half men tinha perdido as esperanças nessa temporada, mas, me surpreendi com esse episódio que foi realmente bom.


A idéia do episódio não foi lá tão boa, com Robin e Bridget tentando tirar Walden do controle da sua empresa(Walden Loves Bridget), porque ele estava gastando muito dinheiro.O desenvolver do episódio estava muito morno até Walden convidar Alan para fazer parte do conselho da empresa e como sempre Alan apareceu como diferencial do episódio, sendo usado para ser apenas patético.

                             

Patético e um personagem que é manipulado muito fácil, com por exemplo o tal caso com a mãe de Walden e  depois, houve o Porsche vermelho. A coisa sobre Alan é que ele faz essas más, coisas estúpidas mas não é porque ele é particularmente mal, é porque ele é fraco. É por isso que é engraçado. 

O episódio também foi muito dependente de Walden e sua nova série de personagens de apoio (Bridget, Zoe e Robin), os quais estavam situados ao redor da mesa da sala do conselho.  

– Se vale alguma coisa, não são as primeiras mulheres que eu decepcionei.
                          
Ainda falando sobre os personagens desse episódio, uma coisa ficou clara os novos personagens estão sem identidade, sem nexo, por exemplo, nesse episódio ficou clara a mudança totalmente desnecessária da personalidade de Bridget, mais uma vez, quem não se lembra ela prometia ser uma “Rose 2” e perseguir Walden após tomar um fora do mesmo e agora ela volta nesse episódio com uma parceria  inusitada com a mãe de Walden.

Os personagens estão passando por mudanças para chegar ao ponto certo, esse é uma nova série, novos personagens, não iremos ver mais Judith, Herb, Rose, entre outros com tanta frequência, pois já entraram outros personagens no contexto.

Já no final, 
após Alan ajudar Walden a ficar no comando da empresa, Walden acabou passando a casa para o nome de Alan, que despertou minha curiosidade, Charlie era um homem rico e nunca iria precisar pagar hipóteca então cheguei a conclusão que a tal hipóteca foi apenas forma de fazer Alan não ficar com a casa, para fazer sentido na história.

Conclusão: Foi um episódio bom sim, um dos melhores da temporada e recuperou beem a moral após o episódio anterior.

Agora fiquem com uma das melhores cenas do episódio:

        

Publicado em janeiro 5, 2012, em Review, Two and a Half Men. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: