Arquivo da categoria: Blue Mountain State

Blue Mountain State: Season 3 (3×06-3×13)


Go… Goats!

Blue Mountain State se despede de 2011 com 13 episódios deliciosos, em uma temporada irretocável, mostrando tudo o que tem de melhor: canalhice, irreverência, besteiras e bastões de gelo.

O que fez com que a série ficasse tão querida pelos fãs foi que mesmo sendo ridícula (quase sempre), sempre consegue manter um episódio com os temas mais absurdos e com um roteiro delicioso.





BMS 3×06: Blackout


O dia que descobrimos que Thad não se chama Thad.

Outro episódio delicioso e suculento de Blue Mountain State, mostrando que o melhor jeito de treinar para um jogo que foi adiado é jogar o jogo da cerveja e tentar tirar a fama do ‘sofá’. Tenho certeza que Moran devia estar tão bêbado na hora que nem deve ter percebido que aquilo não era a pikachu da loira. Ele deve ter gostado do mesmo jeito.

O mais interessante foi descobrir que existe um Chad CHOCOLATE, que tem medo de campos de força e acha que Moran tem peitos. Os dois juntos foi uma coisa linda de se ver, sem contar que além de possuírem a mesma filosofia de vida, ainda explicam direitinho se uma baleia caga no oceano.

Claro que o mais legal do episódio foi descobrir que Thad se chama Kevin e de alguma forma, SEMPRE tem a ver com o pai dele. Queria ver mais episódios flashbacks com esse velho que provavelmente usava a buceta de borracha todos os dias. 

 

BMS 3×07: Superstition

Harmon é um dos melhores personagens da série e só agora descobrimos isso.

Em um ótimo episódio que envolveu até videntes e exorcismos, descobrimos que Harmon foi uma boa adição à série. Já no começo da temporada, quando ele apareceu sem roupa, só com uma gravata borboleta para participar da orgia na casa do coach Daniels, já sabia que coisa mais deliciosa viria por aí.

Ele é o que mais pensa e faz safadeza (e sim, estou falando de quando ele acorda e cheira as bolas dele) e descobrir um pouco mais sobre a vida dele foi divertido. Quem diria que Thad era o problema por trás de todos os outros problemas? Foi um exorcismo mais alto e nu que já vi na minha vida.

Pior foi Sammy, que além de não possuir nenhum talento, vai precisar ficar mais dois anos na faculdade, já que desde o segundo semestre do primeiro ano que ele não coloca os pés na sala de aula. Será que ele realmente achava que ser mascote contava como todas as disciplinas que precisa cursar para se formar?

BMS 3×08: Fun Facts

Tem como não amar Thad?

Se você pensa em BMS, você pensa em Thad. Simples assim! Ele é o coração, a alma, o corpo (ui) da série. Não dá para negar isso. Fiquei morrendo de pena quando Mickey contou exatamente o que fez com Marty anos atrás e convenientemente, foi o mesmo que aconteceu com Thad.

A questão é que obviamente o treinador armou para o loiro. Ficou falando temporada passada o tempo inteiro que não achava uma boa idéia ele ser um profissional tão cedo e logo no começo da temporada, BOOM, cocaína e sexo em um barco roubado? Muito, muito suspeito. O pior é que o jogador gosta tanto do treinador e as vezes é tão ingênuo que ele sempre cai nessas armadilhas.

Achei a participação de Denise Richards bastante irrelevante nesse episódio. Tirando a dançinha, nada mais foi divertido. Até a cena em que ela estava na cama com aquele velho foi completamente sem graça.

Engraçado como as coisas acontecem, né? Moran agora vai pagar um pau para sempre para Marty. Sem contar que ele deixou duas trepadas para depois só para ouvir mais histórias do treinador. Ou seja, algo realmente estava chamando a atenção. 

BMS 3×09: The “C” Word


Queria levar uma cabeçada do Thad.

Acho que nunca ri tanto e senti tanto nojo em BMS igual foi nesse episódio. Primeiro que teve Sammy com a versão 127 hours para a TV, que ao invés de cortar o braço, cortou o mamilo e ainda tomou da própria urina para não beber uma cerveja.

Achava que Thad estava muito mais estranho do que o normal no começo do episódio. O mais engraçado do episódio inteiro foram os lapsos de memória de Thad. O ator continua mostrando muito versátil, conseguindo passar de alegre para nervoso em um segundo.

Jogadores de football realmente são muito burros. O tal suposto “melhor amigo” de Thad, que mal aparece na série, contou na maior cara dura o que estava acontecendo para o treinador de ataque. Super desnecessário a presença dele até agora na série. Devia ter saído logo naquele episódio em que Debra deu de presente para ele vaselina para ele enfiar aquele livro bem fundo no rabo.

BMS 3×10: One Week

Miss Tits e bastões de gelo.

No primeiro episódio documentary que a série faz foi o primeiro episódio que fiquei decepcionado com ela.

Não teve muitas piadas e partiram bastante para o óbvio. Sem contar que usaram excessivamente Thad e depois de um tempo, tudo ficou muito mais forçado do que já é.

Deviam ter usado mais Sammy e tenho certeza que em estilo documentary ele iria ser de bom agrado, como sempre.

Reclamei que achei que o treinador de ataque podia muito bem ter ido embora a muito tempo, mas não, eu estava errado. Ele precisava ficar mais um tempo na série, sendo um canalha, só para levar não um, mas dois bastões de gelo no rabo. 

 

BMS 3×11: Death Penalty

BMS ficando sério.

Quem diria que depois de milhares de episódios só dando tapa na cara da sociedade com esse jeito canalha e irreverente de ser, a série resolve jogar direito?

Tirando o fato que o episódio foi bom muito, com todo mundo tentando descobrir quem é o espião e o Coach Daniels quase casando com Thad (ia ser lindo essa cena) por causa disso, a série me surpreendeu, jogando um pouco de drama nos segundos finais. Claro que isso não vai durar por muito tempo né, já que estamos falando de BMS.

Seria bem mais aceitável que Sammy fosse de fato o espião, mas esqueci de Thad. Como não achar bonitinho o altão sendo companheiro e tentando mostrar para o velho tudo o que o time tem a oferecer? Pena que ele é muito burro para entender certas coisas.

Sem contar que né, o time não é lá essas coisas, mas nesta temporada, por causa de Moran, eles foram para algum lugar…. E agora não podem mais jogar? Chato, muito chato.

 

 BMS 3x12x13: Corn Field

Season Finale com cara de Series Finale.

Foi um episódio diferente e completamente paradoxal. Espero mesmo que a série volte para uma quarta temporada, considerando que essa última foi uma DELÍCIA de se ver, sem contar que teve muitos momentos absurdos e suculentos que só os roteiristas de BMS conseguem nos proporciar de forma tão divertida.

Achava que eles manteriam o clima sério do último episódio, mas não pensei que os dois últimos episódios seriam desse jeito. Foi diferente, tá, mas mesmo assim, mostra o tanto que a série tem coração e mesmo nos momentos mais vagabundos, ela ainda consegue nos fazer emocionar.

Pra começar, amei aquela plantação de maconha. Se eu tivesse aquilo, estaria feito. O legal dessa temporada foi o tanto de atenção que os coadjuvantes receberam, e com bastante razão: eles são tão legais quanto os principais. As visões de Thad só fizeram com que o episódio fosse mais interessante ainda, culminando naquele jogo com diversas referências à Friday Night Lights. Só faltava um cadeirante.

Alex Moran, Thad, Sammy, todos…. Um time que fará falta se a série não voltar para uma quarta temporada. Fico muito feliz em ver a série, já que é uma das produções mais sem noção do mundo, mas que funciona tão bem. Sem contar que esse último episódio funcionou mesmo como uma celebração à série e ao time, considerando que eles não puderam ganhar o campeonato de forma ‘legal’. 


No mais, espero logo por uma quarta temporada…. Se não acontecer, bom, pelo menos foi embora de um jeito bom e divertido.
Anúncios

Trilha Sonora: Temas De Abertura "Series Teen"

Selecionei algumas musicas que foram temas de abertura de séries “Teen”, entra elas séries que já foram finalizadas. Confira !

(The OC)

Phantom Planet – California :Download
(One Tree Hill)
Gavin Degraw – I Dont Wanna Be:Download
(Dawson’s Creek)
Jann Arden – Run like a mad :Download
Paula Cole -I Don’t Want To Wait:Download
(Blue Mountain State)
Rev Theory – Hell Yeah:Download
(Veronica Mars)
The Dandy Warhols – We Used to be Friends:Download
…@Tatamara25

Review: Blue Mountain State 3×04/05 – The Peak/ Training Day

Concordo com Alex Moran.Também acho que aquele dia foi o pico da vida dele.
Tenho certeza que ele nãoconsegue jogar tão bem quanto jogou naquele jeito e ainda bem queele é sensato e sabe disso. Agora, jogar todas as experiências queteve na faculdade e não virar jogador profissional para serprofessor de educação física? Credo.

Mas não há nada melhor do queparasitar Alex enquanto ele tem o melhor dia da vida, que foi o que ocabritinho fez. Thad, como sempre, sempre dando a LOKA, saindo doarmário… Opa, da portinha do porão, para ir ao encontro de Alex.Acho que ele está muito felizinho para alguém que quase foi expulsodo time e NÃO é mais capitão, sem contar que ele estápraticamente lambendo as bolas de Moran também.

Mas até o final doepisódio fiquei pensando o tanto que seria melhor se aquela festa dairmandade tivesse Thad e os outros jogadores também. Fiquei muitocontente, porém, com o final, com todos conseguindo sair da casa etentar ajudar Moran. Pena que acabaram se fudendo ao máximo. Penamesmo, porém, foi o tempão que eles levarão para de fato saíremda casa. Demoraram a madrugada inteira só para abrir a porta. Essaideia linda só podia ser do Thad mesmo.

Já o quinto o episódiofoi um dos melhores até aqui. Cada nível de indecência que a sérieconseguiu expor aqui foi superior a qualquer outra coisa. Pracomeçar, sabia que Thad estava levando o fato de não ser maiscapitão um pouco fácil demais.

Tem como não amar Alex?Ele é tão irresponsável, mas no final, acaba fazendo alguma coisacerta… Sem contar que ele ainda não entende que é mais importanteno time do que Thad. É claro que o loiro ia arrumar alguma coisa porMoran ter cortado ele em plena entrevista.

A irmã-agora-lésbica deSammy apareceu novamente, conseguindo o que queria: descer lá napikachu de Debra e conseguir uns cristaizinhos da vaginalização quetodo mundo esteve fazendo por lá. Tadinho do Sammy por finalmentever o tanto de perseguidas pela vida inteira e depois perder ointeresse de ver mais alguma.

Além de ficar treinandoAlex para conseguir virar um ótimo capitão, ainda fudeu com ele –algo que já era certo que ia acontecer – ao fazer um sex tape.Super válido essa questão, já que todo jogador de footbal precisade ter uma. Só não sei se eles realmente gostam dessa de ficardivindo a kenga com outro cara. Na verdade, só o Thad que gosta. 

@marcoacpontes

Review – Blue Mountain State 3×02/03 – The Captain/ Thad’s Back


Moran como capitão do time? Será que é uma boa idéia?

Pra começar, Thadtornou-se uma péssima escolha para o time, já que o mesmo se envolveu em umalascada, ‘roubando’ um barco e ainda cheirando 76786 kilos de cocaína. Claro,eu queria estar lá… Na parte da cocaína, na verdade.

O segundo episódio foidivertidíssimo, pois trouxe Alex sendo confrontado por suas responsabilidades…Ou melhor, suas irresponsabilidades. O Coach estava de boa com a sua esposa,Debra, algo que deve durar, no máximo, dois episódios. A safada é tão malvadaque roubou todo o episódio, entregando vaselina para o pseudo-novo-Coach, jáque ele iria precisar de ajuda para “enfiar aquele playbook na bunda”.Simplesmente genial. Sem contar que ela experimentou com Mary Jo, queaparentemente, virou a lésbica da temporada.

Thad, por outro lado,estava extremamente irritante no episódio, perguntando de cinco em cincominutos se ele foi admitido para o time novamente. Aliás, preciso dizer algosobre a cerimônia? Desnecessário dizer que a passada da tocha, ou melhor, doescroto foi super nojento. 

Bem quando Alex tinhacerteza que voltaria à sua vida de festas e irresponsabilidades, no terceiroepisódio, quando finalmente Thad volta como capitão, o safado volta mudado,muito zen que não consegue nem bater em ninguém. Quem diria que a voz da gostosade Sammy seria o essencial para ele voltar a ser o Thad que todos amam?

Sammy sempre tem uns casosde no máximo dois episódios em que a garota sempre possui vários atributos, massempre tem uma coisinha que acaba com todo o ‘relacionamento’. A voz dela erahorrível mesmo e bato palmas por Sammy ter conseguido ir até o final.

Acho tão engraçado como asérie tenta ser bastante ridícula, mas nesses dois episódios em especial, teveaté uma mensagem para levarmos sempre conosco. Seja sempre você mesmo… Casocontrário, vai acabar pegando chatos.

P.S: Falando nisso,descobri que o ‘Dic Pics’ na verdade era só um sneak Peak, a Spike TV (emissoraamericana que passa BMS) considera ‘The Captain’ como a verdadeira Season Premiere.Não muda em nada para nós, então, whatever..

Review – Blue Mountain State 3×01 – Dic Pics


A série mais irrevente e canalha da TV está de volta.

Blue Mountain State é uma daquelas séries – uma das poucas, na verdade – que consegue ser muito engraçada mesmo sendo uma das piores produções EVER. Não há como contradizer isso. Entretanto, todos amam a série por esse mesmo motivo. É muito engraçado e é muito horrível. Tenho que relembrá-los de um episódio da primeira temporada em que Thad engole a camisinha de Moran, cheia de porra, só para não deixar o pai psicopata usá-la para engravidar a filha, para finalmente ter um neto que sabe jogar footbal?

Foram duas temporadas intensas para os Cabritos – cheias de sexo, na verdade – que foram memoráveis. Cada episódio mais divertido e nonsense do que o outro. Chegando a terceira temporada, as coisas continuam piores do que já eram.

Nessa Season Premiere, Alex precisa lidar com uma foto de ‘seu’ pau que foi mandada por Thad para uma garota e o negócio acaba virando viral. Todos agora sabem como é o Peru de Alex, que, na verdade, é o Peru de Thad, que resolveu tirar foto do próprio pau pois só assim Moran conseguiria a garota. Enquanto isso, o latino bombado do time começa a receber certas fotos indecentes também, mandadas por engano pelo Coach.

Na realidade, essa foi a estréia de temporada que menos gostei, e sim, foi por que ninguém de fato mostrou os intrumentos para nós, telespectadores que amamos o show SÓ porque tem festa todo episódio. O mais divertido disso tudo é que eu finalmente achei que Alex iria arrumar uma garota legal, que pensa em qualquer outra coisa menos só ficar trepando, trepando com jogadores… mas não, uma foto de um pênis já foi o bastante para ela deixar aquele discurso de ‘faça um esforço, Alex’ para trás e abaixar logo as calças e deixar Alex penetrá-la.

As coisas realmente funcionam de forma diferente para os jogadores: eles possuem certeza que a coisa mais romântica do mundo é mandar fotos do shalong deles para as garotas. Claro, isso é um ótimo escape para que não aconteça nenhum jantar romântico, e sejamos honestos, é bem melhor logo ir pro coito do que ficar fingindo que está com fome.

Mais pro fim do episódio as coisas começaram a desandar, algo perfeitamente normal em BMS, com Thad e Alex tentando provar para todos que ninguém fica tirando foto do outro pelado e coisa do gênero. Denise Richards está de volta nessa temporada como a mulher do Coach e devo dizer, não mudou em nada a temático. Os dois continuam com toda aquela tensão sexual que só foi aumentada quando o Latino Bombado chegou na casa deles usando nada além de uma gravata-borboleta.