Arquivo da categoria: How I Met Your Mother

Review: How I Met Your Mother 7×13 – Tailgate

Como é difícil conversar com o seu pai, hein Marshall?
Ah, sinceramente, gostei dessa volta, mas esse episódio depois do longo hiatus, talvez não valeu muito. Ele tentou e tentou esforçar-se ao máximo para se fazer um episódio dramático, mas nem chegou aos pés do 6×13 “Bad News”, e as nostalgias nem foram boas.
O narrador na maior parte foi Marshall, to adorando esses episódios que não só o Ted narra a história. Marshall visitando o túmulo do pai pra contar o ano novo da turma? Será que foi uma boa idéia? Foi um bem tanto estressante pro Marshall ter que aturar os irmãos que resolveram visitar o pai no mesmo dia, e ainda mais os vizinhos pobres que não tinham uma TV, rádio ou celular para escutar o jogo que era apenas exclusivo, para Marshall e seu pai. Então vem cá, porque o Marshall teve que contar histórias que nem estava fazendo parte? Essa Sétima Temporada tá fazendo do Marshall um belo personagem desnecessário, que está servindo apenas para ser o pai da criança de Lily.
Não estou gostando do Marshall nessa temporada, não teve uma cena dele que não ri até agora, ou emocionei enfim, o 7×10 então fez dele um completo retardado, sinceramente.
Bom, parando de falar do Sr. Eriksen, vamos falar da mulher dele, a dona Lily. Meu Deus, que plot bonitinho, ela achando que o pai dela nem se importou com ela grávida, desligando na cara dela, quando How I Met Your Mother mais uma vez com uma de suas reviravoltas, fala que no momento que ele desliga na cara dela, comemora até falar chega de feliz da filha grávida e vai atrás dela. Devia ter focado mais nisso que o Marshall visitando o túmulo, e não curti muito as nostalgias de quando Marshall era pequeno e tal, e o pai fazendo churrasco pra ele.
THE PUZZLES ARE BACK! Gostei de rever aquela idéia do bar de Ted e Barney pondo em prática, mas acho que os produtores esqueceram do episódio 4×13 “Three Days of Snow”, quando Barney e Ted tomam conta do MacLaren’s e aproveitam do seu bar preferido e tal, e pouco depois chama a galera pro apartamento do Ted, mas enfim, apesar que repetido foi um plot bem usado, porque olha, tivemos a boa volta do Doug, o bar tender que deu uma surra neles em 4×10 “The Fight” !
Haha, boa volta vírgula, apesar que Doug sem a peruca agora queria se vingar, o cara nem meio que estragou o ano novo de Ted e Barney, cobrando absurdos nas bebidas, e na própria entrada no MacLaren’s. Então tipo, depois de uns quatro anos eu acho, ainda ter raiva dos caras? Não compensou muito, mas bem que tentaram colocar mais cenas com o personagem, quando Barney e Ted resolvem contratá-lo de segurança do Puzzles. O mais legal do Puzzles no apartamento de Ted é que na medida que as brigas e quebros de copos começavam, o preço da bebida aumentava, isso foi awesome.
Pra finalizar essa review enorme (que eu não esperava, pois o episódio foi mais ou menos, mas episódios ruins é que são bons de comentar), temos o plot  de Robin voltando a ser ancora. Fiquei feliz com isso, e foi um tanto engraçado o Sanders levando o segundo fora do dia porque queria um ménage com sua namorada e Robin hehe. Ai pelo amor, até quando Kevin meu deus? Não agüento mais!
Nota do Episódio: 7.2
@ipcs_
Anúncios

Review: How I Met Your Mother 7×12 – Symphony of Illumination (Fall Finale)

Isso não é mais uma comédia.


Fazem tempos que How I Met Your Mother deixou de ser uma verdadeira comédia. Não que perdeu a graça, é que tem mais 86% de romance e histórias dramáticas do que partes que fazem rir junto com as desnecessárias risadas de fundo que todos odeiam. E não adianta alguém discordar de mim, só o Barney e Lily (na minha opinião) realmente me provocam risadas, mas é raro também.

O mais engraçado foi os socos que Robin dava em Barney, Ted e Lily adivinhando o que estava acontecendo com Robin e Barney com o coração acelerado eee.. Só, basicamente só isso que EU ACHEI de comédia.

Enfim, essa Fall Finale mostrou um plot que eu esperava acontecer só na outra parte da sétima temporada: Os filhos de Robin. Fazem umas 3 semanas ou até mais, que escutei um spoiler que estavam procurando atores LOIROS para os filhos de Robin, ai a teoria ficou “Barney é o pai”. Beleza, esse episódio chegou! COMO ASSIM? É! Tinha que ser agora! A única coisa que salvou no episódio passado com o pequeno hiatus, foi Robin dizendo “Estou grávida”.
Eu comecei o episódio, já dando nota 10 por ver os filhos adolescentes (um loiro e outra morena) de Robin e ela do futuro narrando a história, já me ganhou. A questão é que o episódio era pra ser super-hiper-mega-extra emocionante, mas acabou só ganhando o título de “Ownt, que bonitinho”.
O roteiro foi incrível, você vê os filhos dela grandes, mas daí se lembra das temporadas passadas que ela revelou que odeia crianças, que nunca teria filhos e tal. A questão é que o episódio levou a gente fantasiar tanto com essa idéia, e depois colocou o pé no chão, mostrando a verdadeira realidade. Fiquei MUITO chocado quando a médica disse que Robin não poderia ter filhos e que aqueles do futuro, era imaginação dela, porque ela acabou querendo de verdade ter filhos.

Enquanto ela estava “grávida”, ela sabia que não podia contar pra ninguém e sabia a reação dos amigos em animá-la. Essa questão foi muito triste, não poder contar pra ninguém, nem que estavas grávida, nem que era do Barney E ESTOU CHOCADO, NÃO TRANSOU COM KEVIN ROBIN? NOSSA! Mas fala sério, era pra eles terem terminado junto com Nora & Barney.


Tivemos também o plot que o menino do surbúrbio vai ajudar Marshall a fazer uma Sinfonia de Iluminação, que dá o nome do episódio (mas também a ver com Robin), e que de verdade, não foi uma boa cena. O moleque abusou da casa do Sr. E, e foi bem desnecessário. Mas enfim.

O que vimos nessa sétima temporada até agora? Nada. Chegou a ser melhor que o da Season 6, pois vimos Robin novamente gostando de Barney (o que foi o oposto da Season 4), as crises da gravidez de Lily, alguns encontros e reecontros de Ted e um deles com Victoria da Season 1 e falando na 1° temporada (olha só o tanto que tá com cara de penúltima temporada), conhecemos a Vadia de Abóbora que foi super escrota, a eterna gravata de patinhos que deveria durar essa sétima inteira (mas parou no episódio 9), enfim. 


How I Met Your Mother retorna ano que vem com a segunda parte da Sétima Temporada, e novidades: ALGUÉM está voltando para a série e será o novo amor de Barney (ele vai esquecer a Robin? Como assim?). Essa pessoa não será apenas um romancinho qualquer, ou seja, poderá ou não ser a esposa de Barney naquele grande casamento em que Ted conhece a MÃE. Moral da história: 90% de chance da 8° Temporada ser a última. #TODOSCHORA!

Nota do Episódio: 9.8

@ipcs_

Review: How I Met Your Mother 7×11 – The Rebound Girl

Ted e Barney um casal gay e Marshall e Lily em Suburgatory? Não dá certo.

Pra começo de conversa, que merda foi aquilo de Marshall e Lily mudarem AGAIN?  E o pior, para o surbúrbio em que os avós de Lily deram a casa deles pra ela, mesmo que em The Slutty Pumkin Returns naquele plot ridículo que ela esquecia as coisas, aceitou a casa mas depois que voltou ao ‘normal’ falou que odiava subúrbios. Então roteiristas, cadê a Lily do 7×08 que odiava subúrbios? Tem uma coisa errada ai. 

Foi um episódio bem bobinho e “desnecessário”, mas com valor sentimental e sinceramente só do final gostei mesmo, amei e já dá pra ver como será a parte 2 da temporada. Barney ainda tava broxante por dar um fora em Nora esperando que Robin fizesse o mesmo com Kevin, mas a bitch continuou com o bastardinho, então bla-bla-bla ele e Ted resolvem ter uma conversinha de MACHO, falando que gays são melhores porque homens entendem suas personalidades e decidem ter um filho. COMO ASSIM? Virou três solteirões (sem o terceiro homem, mas no caso seria o Marshall rs) e um bebê?  

Aos poucos Barney está voltando a ser o Barney AWESOME de antes, e achei massa a coisa que “ele tem um cara pra tudo”, pra fazer todas as coisas pra ele e por ele, ou seja, pra que sujar as mãos, right? Ele conseguiu uma menina, que mais tarde é revelado que é do irmão James, o irmão gay dele que aliás convida seu namorado para o Thanksgiving (que de Thanksgiving não teve merda nenhuma por aqui).

Gente, eu não sei se eles forçaram demais Barney e Ted, ou se foi pra parecer engraçado, mas Barney e Ted juntos e cuidando de uma criança, NÃO DEU CERTO, ficou parecendo Up All Night, ou seja, lixo, vamos combinar. Só deu para agarrar umas cocotinhas e esperar mulheres na rua falando que o bebê era cute, daí você vai lembrar de Friends, quando Chandler e Joey carregam um bebê para impressionar mulheres, ou seja, muito inovador.

Voltando ao plot da mudança, que merda hein. Vamos esquecer que Lily odeia o “Suburgatory” e passou a querer a casa mesmo assim, e vamos FINGIR que o apartamento do edifício Dowisetrepla, em que eles moram desde a Terceira temporada, AGORA QUE VIROU APERTADO PARA O CASAL. Tipo, no próprio episódio mesmo 3×07- Dowisetrepla, lembro que o apartamento era todo torto, você podia deixar algo cair que rolava para o outro canto, além de ser fedido, MAS O APARTAMENTO SER APERTADO? Me poupe! Eu não sei se foi imaginação dos personagens, mas com certeza, trocaram de set e colocaram um apartamento minúsculo, onde Robin derruba e quebra todos os abajures, DISSO eu ri.

Falando da única cena impressionante, foi o maldito cliffhanger que deu pra ver como será o resto da sétima temporada ano que vem. ROBIN GRÁVIDA? Isso sim vai ser uma grande história! [SPOILER] Pra quem não sabe, estão cogitando atores para ser os filhos de Robin que serão loiros, ou seja, não tem nenhum loiro por aqui que não seja Barney. E esse futuro episódio vai ser o seguinte: Robin contando ao seus filhos no futuro, sobre alguma história bem impressionante, o mesmo que acontece Ted contando aos seus filhos [FIM DE SPOILER].

O resto da sétima será ótima, minhas apostas são: Robin grávida do Barney né? Ai ela termina com o Kevin (aposto que vai ser um episódio só disso, pra variar), aí B & R vão tentar se encontrar e vai ser mais romântico do que em “Tick, Tick Tick…”, aí vão namorar e casar, e o casamento é aquele mesmo do Barney, e tem cara que será na Season Finale, podem esperar.

Nota do Episódio: 7.6
E Mais:
– CALMA GENTE, ainda não foi fall finale! Deus me livre ser NESSE episódio. Dia 05 de Dezembro ainda tem o 7×12- Symphony of Illumination
– Quanto ao Ted, ter um reencontro com Victoria foi ótimo, com a Slutty Pumpkin (que não foi tão Slutty como em 7 temporadas esperando pra ver quem era e na verdade foi uma merda), mas sei lá, tem episódio que eu nem quero mais saber quem é a mãe.
– Eles colocaram Robin pra fazer Marshall e Lily não mudarem só pra ela aparecer no episódio, right? Porque né, virou moda agora, que nem a vergonha alheia com Ted e Marshall rodopiando no show do episodio anterior.

@ipcs_

Review: How I Met Your Mother 7×10 – Tick Tick Tick

Um episódio maravilhoso de pós e contras.

Eu amei e ao mesmo tempo odiei “Tick Tick Tick”. Teve coisas bem previsíveis e um romance que todo mundo quer, mais não pode ter: Barney e Robin. O cliffhanger do episódio passado mostrou que esse episódio seria sobre Barney e Robin tentando se encontrar no seu relacionamento, e como eles contariam sobre a traição para seus namorados, bem previsível e ao mesmo tempo, cenas surpreendentes.
Eu amei eles ficarem de novo, mas pareceu um plot de medidas desesperadas, para enrolar o resto da temporada ou desapontar os fãs, como aconteceu no final do episódio. O casal de maior química do mundo, ficaram tentando falar para seus namorados e nada, exceto uma coisa: Barney terminou com Nora justo quando os pais dela estão (minhas orações foram ouvidas, obrigado senhor) e Robin não terminou com Kevin. Sinto que aqui parece um plot de Friends, lembram de Ross e Rachel? É só pra enrolar a temporada, mais do que a série já é enrolada pra apresentar a famosa e misteriosa mãe.
Eu fiquei com TANTA dó do Barney quando ele viu Robin com Kevin, deu dó gente (QUE DÓ, QUE DÓ DA FORMIGUINHA!). Ele queria reatar o namoro com ela, e ela perguntando várias vezes ‘É isso que você quer?’. Pior de tudo foi ver o Ted o encontrando desmanchar a cama cheia de pétalas e velas ao lado, para uma linda noite de amor. GEEEEEEEEENTE QUE ÓDIO DO KEVIN, SINCERAMENTE VIU. Ah, e o que foi aquele último segundo do Barney e Robin? Na cabeça dele ele parou o tempo e faltou chorar ali, cry, cry!
Quanto ao Marshall e Ted, gostei e não gostei deles. Passaram o episódio INTEIRO procurando uns malditos Nachos pra Lily, mas ficaram só andando em círculos, entrando na fila do banheiro feminino… OK NÉ, uma ou duas vezes foi engraçado, agora foram tantas vezes que diminuiu muitos pontos do episódio. O melhor ou sei lá, pior de tudo foi saber que na verdade foi parte da loucura deles, pois só passaram uns dois minutos procurando os nachos. Agora bato palmas pros atores, tiveram que regravar a cena que eles andam e se atrapalharam muito, e a outra que foi por pouco tempo.
Nota do Episódio: 9.0
E Mais:
– Marshall se assustando com o cara lá, haha morri de rir.
– Curioso e muito engraçado foi a música que Barney e Robin escutaram, eles ouviram exatamente o que não paravam de pensar: tinham que contar a verdade pros namorados.
– Lily beijando o cara estranho e barbudo lá foi hilário.
– Quando o pai de Nora fala dela e Barney como se fosse almas gêmeas e ele relembra os momentos com Robin, foi o melhor do episódio e salvou muita coisa que decaiu com o plot de Marshall e Ted.
– O título do episódio foi pra simbolizar o tempo que estava passando pra eles contarem a verdade, e sobre o tempo que corria pros nachos chegarem até Lily e o show acabar.
@ipcs_

Review: How I Met Your Mother 7×09 – Disaster Averted

Já é Season Finale e não avisaram?

Gente, estou chocado. O QUE FOI ESSE EPISÓDIO MEU DEUS? Maravilhoso, “Disaster Averted” mostrou que coisas que procuramos ser evitadas, acabam tornando-se realidade. O que pegou de surpresa nesse episódio, foi o grande retorno de um dos melhores plots da série, Marshall dando tapas no Barney. O incrível é que não era pra acontecer nesse episódio, porque só aconteceram em episódios de ação de graças, como o 3×09- Slapsgiving e o 5×09- Slapsgiving 2: Revenge of the Slap. Então tipo, estava rezandooo pra não acontecer, mas precisava de mais um bônus, e foi incrível quando Marshall propôs mais 3 tapas adicionais pela retirada da gravata!
Pra começar, o episódio já começou uma delícia de comédia com Barney correndo de tudo qualquer coisa, tipo como se fosse um pesadelo ou uma história inventada (até porque o menino falando do acordo de Marshall e Lily com a gravata também né) por ele e ele tendo que arriscar a vida de um garoto em troca da gravata de patinhos foi belezinha. Eu SABIA que isso não ia durar um ano, uma temporada, só não sabia que fosse tipo, agora tão cedo!
Sabe aqueles episódios com histórias atrás da outras que HIMYM coloca, aí acontece algo engraçado e tem alguém que corta para continuar a história certa? Foi a função do Kevin no episódio. O cabelo da Robin já não está ajudando e com o Kevin junto, dawn it! Ou melhor… SO, BODYBOARD! Tava pra acelerar o episódio só de raiva. Pô, se você não sabe o assunto dos tapas não fica cortando o Marshall e Barney não!
Falando em Bodyboard, Ted começou a contar uma história de que ninguém vive até colocarem uma placa de ‘proibido’ por algo que você fez. Tipo, dessa parte achei legal, mas se fosse das outras temporadas seria bem mais usado do que foi, às vezes você espera tanto por uma coisa e não é nada. O plot do furacão Irene foi de verdade, e na minha opinião bem polêmico pra lançarem logo agora, tipo né, as vítimas e tal, mas gostei e foi divertido. O melhor foi eles se decidindo quem ia no carro de Ted ou quem ficava pra ver o furacão de perto, e quando chegou a gostosa intrusa lá é que ficou bom haha.
E o que fechou esse episódio? Barney e Robin! Queria só comentar uma coisa sobre: foi demais Barney ficar tentando com a Robin na 4° Temporada, depois eles namorarem na 5° e daí estragarem o casal, falando que eles são péssimos juntos (apesar que o episódio sobre foi uma delícia) e agora na da 6° pra 7°, Robin apaixonar por Barney foi lindo de ver! GENTE O QUE FOI A CENA DELES? Que lindo, sem explicação! Só uma coisa, o próximo episódio 7×10- Tick Tick Tick será SÓ DELES!
Nota do Episódio: 10
E mais: 
– Quem aí achou estranho o Barney sem a gravata de patinhos no flashback do furacão? O evento do 7×03 aconteceu bem depois.
– Episódio passado teve Lily esquecendo as coisas feito moca, agora temos Marshall com medo de morrer e de URSOS? WHAT? Foi engraçado, gostei gostei. O urso no banheiro foi o melhor! O melhor foi que Lily pediu espaço, já teve um episódio com esse tema, mas não vai acontecer só uma vez, né? Quero mais!
– Se eu não me engano, teve outro episódio com os tapas além do Slapsgiving, não?
– Quem diria que o Barney queria tirar a gravata por causa dos pais de Nora, francamente hein. Depois do beijo dele e da Robin quem liga pra Nora uma hora dessas?
– Foi legal os pais deles ligando, achei interessante.
@ipcs_

Review: How I Met Your Mother 7×08 – The Slutty Pumpkin Returns

A Vaca de Abóbora retorna e o emocionante do episódio é Barney Canadense.

Foi um excelente episódio, o melhor da temporada. Já é a segunda vez que estão trazendo lembranças da primeira temporada, uma vez foi no 7×03 com a Victória, e agora com o retorno da abóbora safada, será o primeiro sinal de uma penúltima temporada? Será que vai acabar na 8° temporada mesmo? Espero que não. A storyline é conhecer a mãe e o que aconteceu antes, muitos episódios são quase que aleatórios, tanto que as vezes nem quero saber de mãe nenhuma.
As namoradas de Ted tem sido satisfatórias, divertidas, dramáticas e sem nenhum pingo de classe, só consegui gostar dele com a Robin, Victória e Zoey, e essa sétima temporada está trazendo garotas pro Ted como se ele estivesse no “O Melhor do Brasil” (programa de relacionamentos, se você não tem cultura).  mas enfim porque estou falando dessas nostalgias? Boa tarde, você acabou de ver um episódio nostálgico, cheio de expectativas, mas se decepcionou, pois esperou 7 anos (eu não, vi as 6 em dois meses rs) pra ver finalmente uma abóbora safada bem broxante.
Achei bonitinho quando vi que a tão esperada mulher de fantasia de Abóbora Safada, aguardado por Ted por 10 anos, para nós fãs de HIMYM por 7 anos, seria a Katie Holmes, eu curti, mas jura que precisava ser tão broxante? Entra na fila Ted,  nem eu gostei. Ela é moquinha demais, foi engraçado ver Ted tentando esquivar-se dos abraços e beijos dela, e saber que também ela não estava gostando dele foi ótimo. Adoro essas cenas de HIMYM que a pessoa vai contando na visão dela, a reação de tal pessoa, ai essa pessoa conta de um jeito diferente. É aquela coisa também de “eu gostaria de saber o que ela está pensando”, mas já pensou se fosse assim? Bato palmas pra Kelly de Misfits (ela lê mentes, rs).
 
Teve outro plot curioso e nada a ver, mas que deu certo, talvez um pouquinho. Barney é 1/4 canadense? Me poupe, de tantas vezes que ele encheu o saco da Robin, humilhando o Canadá, depois de 7 temporadas e agora ele é descendente, assim, do nada? Só conseguiu ficar bom com Robin enchendo saco, provando mais uma vez que Robin e Barney é mesmo um casal de verdade.
Tivemos também Marshall e Lily, que não vão parar de ter esses plots sobre a gravidez por um bom tempo. Achei incrível a falta de atenção da Lily e a sensibilidade dela em se perder nas coisas. Foi interessante também eles quase pegando a casa que os avós dela deram, mas francamente, já não basta aquele subúrbio de Suburgatory e ainda ter isso em HIMYM, realmente não seria bom. Além disso, é inesquecível o apartamento torto de Marshall e Lily, o famoso e fedido Dowisetrepla. Bons tempos hein, 4° Temporada.
Nota do Episódio: 9.8
E Mais:
  • Alguém sentiu falta do Kevin e Nora? Não né, boa tarde.
  • O episódio teria o título “Perfect on Paper”, e pelo que eu vi a emissora CBS resolveu mudar poucos dias antes da exibição, para o plot central do episódio.
  • Barney vestido de Apollo Creed branco foi ótimo! Haha, e ele brigando com o Barney canadense no final?
  • Percebem nos flashbacks da 4° Temporada, o quanto que o cabelo da Robin era lindo, preciso mesmo falar mal do cabelo dela todo episódio? Preciso, enquanto não colocarem aplique.
  • A vadia tem nome sim, Naomi. Já deu a cota de tantas Naomi’s não? É Skins, 90210, qual série mais tem Naomi?

Review: How I Met Your Mother 7×07 – Noretta

“É normal ficar com alguém que pareça com seus pais” – Kevin

Maldito Kevin,  essa idéia mexeu com a cabeça do grupo. Esse episódio foi um reencontro épico, já imaginaram os pais deles em um episódio só? Espera aí, até o pai do Marshall que morreu? Sim, e tudo isso e muito mais, de uma forma bem cômica.
Noretta a meu ver, seria um episódio centrado na Nora, porém foi um pouco alem disso. Quando fiquei sabendo que teria um encontro com os pais, fiquei besta, porque né, pai do Marshall, vocês sabem. Não que seja a maior coisa do mundo, mas foi muito bom rever os pais da turma, eu gostei pelo menos. 
Tivemos também uma pequena participação de James Stinson, o irmão gay de Barney. Pequena participação que criou um grande problema, com a meeeeeeega ajuda do pior personagem da temporada, Kevin (virou fixo na série? Te odeio). Tudo começou quando James notou as semelhanças de Loretta Stinson, sua mãe, entre a Nora, daí o título Noretta. O tiro foi de certo, coisas que não foram citadas sobre Nora e a mãe de Barney, apareceram aqui. O carinho nas costas, desejando boas vindas quando chega, cantando sua música para acalmar-se, enfim. Barney também demorou um pouco pra perceber isso, e foi bem insano! Como Barney diz “Dei a volta por cima!”, me parece bem frase de Adriane Galisteu.
E quando você pensa que Barney terminaria com Nora aqui, enganou-se. De todas as maneiras que Nora poderia ter sido deletada por Barney, ele resistiu como um namorado, e não deixou que os erros dela atrapalhassem seu romance. Apesar de ter gostado Barney com Robin, ele com a Nora amadureceu MUITO mais. Nora foi um pouquinho atrapalhada nesse episódio, right? Só uma quedinha no gelo, perder o dente, rato na cabeça, entre outras coisas fracas, foram motivos bem bestas. Qual é, produção? Eu já vi por aqui muitos episódios de How I Met Your Mother, que as pessoas se atrapalham com acidentes e tal, e foram melhores que isso. O único motivo ali que mostrou de verdade a futura separação deles, foi quando Barney lembrou a mãe cantando a mesma música que ela estava cantando, e não só ela cantando como imaginou também a mãe chegando em cima dele, e mesmo assim ele deu uma de Galisteu.
Lily não estava sentido sexy, devido aqueles estágios da gravidez. Então nem o Monopolily ajudou muito, principalmente quando lembrou-se do maldito conselho do maldito Kevin, e imaginou Marshall como o pai dele, foi legal revê-lo depois da metade da sexta temporada inteira falando da morte dele. E o pai do Marshall jogando as pétalas na banheira de Lily? Foi demais. Ah, o melhor foi quando eles foram transar, ai Marshall para pra ver Lily como o pai dela, devido as coisas semelhantes que ela também fazia, é aquela coisa de filho de peixe peixinho é.
Outro plot interessante e que teve a ver com o 7×03 (fora a gravata de patinhos rs), foi a intimidade de Robin e Ted, atrapalhando o relacionamento de Kevin e Robin. Foi meio estranho ver Robin fazendo massagem no Ted, e Kevin ali do lado morrendo de raiva, ele também podia ter estourado muito mais e acabar com o namoro, mas não aguentou ver Ted desanimado e fingiu gostar da banda que tinha chamado Robin pra ir junto. Detalhe pra cena que Ted aparece quase nu de roupão, Kevin se espanta e derrama café na calça e tendo que ficar de cueca, e depois é que Ted se espanta. Haha, acho interessante essas cenas má contadas e depois explicam tudo como foi, é isso que amo em How I Met Your Mother.
Nota do Episódio: 8.7
E mais:
  • A participação da mãe de Ted, não foi lá aquelas coisas, pelo menos eu acho. E foi necessário aparecer a mãe do Kevin? Droga, eu já não gosto do filho e ainda tem a mãe!
  • Ted ligando pra todo mundo e ninguémm queria ir com ele, nossa morri de rir!
  • Barney tocando uma guitarra imaginária quando fica feliz, haha foi cômico!
  • Todo mundo apertado na mesa, culpa do Kevin e James, um lindo casal.
  • Nostalgia no próximo episódio: finalmente conheceremos aquela abóbora gostosinha, que Ted nunca encontrou no Halloween da 1° Episódio! Não percam o 7×08- Perfect on Paper!

Review: How I Met Your Mother 7×06 – Mistery vs. History

SWEET MOTHER OF GOD!

O melhor da temporada até aqui! Demorou quase três temporadas para Marshall e Lily decidirem sobre ter filhos. Agora que Lily está grávida, eu já sei o sexo do MEU sobrinhOOOOOO! Yeah, eu sabia, tava na cara que seria um menino, só queria confimar, hehe. Foi um momento lindo e previsível, era óbvio que quando Marshall joga pela janela o papel com o sexo, alguém surpreende iria achá-lo ou pisar nele, of course que foi Ted. Sorte que o quarto não vai ser pintado de amarelo.
 How I Met Your Mother, por ser uma série inteira de flashbacks, tem uma mania linda de recriar momentos antigos. Porém, tem certas coisas que os roteiristas esquecem, os cabelos de Robin e Lily, e não é só a primeira vez, eu já vi em um outro episódio. Teve um flashback de 2005, em que Robin está com cabelo cacheado, (vou dar uma de Umbridge – Hp5) ISSO…É…UMA GRANDE MENTIRA! Todo mundo sabe que quando a série iniciou, os cabelos da Robin era um maravilhoso e liso rabo de cavalo. Tudo bem que deixaram a Lily ruiva do jeito que era, mas e a Robin? Só porque ela é canadense? rs.
O episódio começou meio morno e depois deu uma grandeeeee melhorada que até fiquei boquiaberto. Eu adorei aquela introdução, e achei interessante as pessoas, cachorros aparecendo, mostrando todas suas informações em uma única página. Como você prefere, saber da pessoa cara a cara, ou deixar a coisa rolar?
Ted, again, encontra uma mulher perfeita. Logo para Robin e Barney, ela tem alguma coisa que não presta. O interessante é que a gente descobre uma nova mania deles: eles investigam toda e qualquer namorada ou ficante de Ted. Ele pode ter acabado de ter o encontro, todo feliz, e eles chegam com uma péssima notícia sobre a tal garota. Melhor perder as esperanças do que perder a vida, vai que a pessoa é uma assassina?
Gente, eu to achando as participações do Kevin até demais pro meu gosto, qual é virou fixo? O Cara não passava de um simples terapeuta de um só episódio, depois criaram esse plot melancólico que ele namora Robin, mas vamos parar por aí, né? Eu não gosto do Kal Penn, a voz dele é um saco, ele é um patinho feito (nada a ver com a gravata de patinhos do Barney), mas principalmente, tá se achando o tal, ACHAAAA que faz parte do grupo como qualquer outro, e argh tava pra pular da janela quando ele deu a louca e ficou gritando. Deu a Louca no Kevin, e o pior, chamou o grupo de doentes mentais, acho que nem pintando o quarto do FUTURO BEBÊ DE BARNEY & ROBIN, não teria perdão.
O que achei fantástico nesse episódio, é quando Kevin aponta os defeitos da galera. O pior é justaaamente o pior, por eles serem tão unidos, até mensagens dos formatos de suas fezes eles mandam (o melhor foi o “&” de Marshall). Aí gostaria de relembrar todos aqui:
  •  Ansiedade de Separação
  • Comportamento Social Inapropriado
  • Culpa do Survivor (haha essa do reality show foi nada a ver)
  • Violência Física (o melhor de todos, relembraram centenas de flashbacks em que cada um bate na cara do outro, até naquele episódio Slapsgiving)
  • Negação
Sobre a acompanhante de Ted, eu jurei que ia durar mais episódios, mas por besteira dela, foi tudo em vão. Gostei do desespero dele em saber o segredo dela. Foi brilhante quando ele imagina ela mijando em pé, que ela chega com uns guardas prendendo-a, anunciando que é uma prostituta, enfim. Tudo bem que ele não cumpriu a promessa, deles se conhecerem sem saber suas histórias na internet, mas poxa, argh já vai tarde, longe de ser uma companheira do Ted durante uma temporada inteira.
 Nota do Episódio: 9.4

P.S¹: Amei a cena da…DO ROBIN no helicóptero, e o pai forçando a garota (hermafrodita) a pular, hehe achei hilário.

P.S²: Quem não riu com Marshall falando viadamente com o Ted? Ah, foi a melhor parte!
P.S³: Querem um reencontro com todos os pais, TODOS da turma inteira? Não percam o próximo episódio, intitulado “Noretta” !

Review – How I Met Your Mother 7×05 – Field Trip

Se perguntar a 100 pessoas, quem é a pior pessoa que pode namorar, todos diriam o terapeuta. Menos uma que falaria Barney.


De todos os homens que Robin já gostou: seus colegas de trabalho, Ted, Barney e outros, relacionar-se com o terapeuta pode dar certo? Eu penso que não. É coisa que não vai demorar muito, um plot iludido, só pra encher lingüiça. Não gostei disso, mas admiro o jeitinho que Robin e Kevin estavam tentando se encontrarem, tudo para não parecer estranho em uma relação de terapeuta e paciente. O melhor foi a velhinha da cafeteria falando finally, quando eles decidiram ter um encontro de verdade.
Outra coisa que não gostei foi a aparição do boss de Marshall, aquele irritante ser Garrison Cootes. Não sei porque não gosto dele, deve ser por causa do ator Jimmy Simpson. Foi legal às vezes que Marshall queria contar um diálogo tenso dele com o chefe, e queria contar para os amigos, mas Lily pediu para alterar algumas palavras, pois podia fazer mal à sua linda sensibilidade maternal.
Comentando sobre o título do episódio, a “Aula de Campo”, foi uma estúpida idéia que Ted teve, ao levar seus alunos de Introdução a Arquitetura, e qualquer um sabe que Ted fala demais, e ele não fala só uma introdução, ele fala “o livro todo”. Com uma aula boring, de 200 alunos só apareceram 30, e em questão de dois minutos 5 foram embora. Esse plot ficou bem melhor quando Ted levou os alunos para dar um passeio na GNB, o banco que Barney trabalha e mais tarde ficaram andando na cidade olhando coisas nada a ver, enfim. Sei que o Ted é obrigado a ser o protagonista, mas até o amor platônico de Robin e Kevin foi o melhor plot do episódio do que essa aula de campo.


Ewok? Que diabo é isso? Primeira vez que ouvi falar na minha vida. Pelo que eu entendi e pelos slides do Barney, são uns ursinhos de pelúcia que ficam lutando e tal. Enfim, Barney estava caçando conversa pra terminar com Nora, e só dela não gostar de Ewoks era o suficiente pra ele, o que ele deduziu que ela tinha 37 anos, coroa hein Nora? Na verdade uma coroa delicinha. Como todas as criaturas do universo, ninguém é obrigado a ver as coisas que gosta, e Nora falou que só foi assistir Star Wars o ano passado, o que significa que ela tinha 29. Coisinhas broxantes de Barney Stinson, não vão durar muito os dois.
Foi um episódio morno e satisfatório. Já teve melhores, com certeza. Estou animado para o próximo, 7×06- Mistery vs. History, onde vamos saber o sexo do filho de Marshall e Lily! E aí, quais são suas apostas?
Nota: 7.4

Frases de Barney Stinson – Parte 1



Em tempos onde comédias estão quase instintas, nos deparamos com grandes estrelas no ramo como Neil Patrick Harris, Barney em How I Met Your Mother, separamos algumas de suas frases famosas veja:


Leia o resto deste post