Arquivo da categoria: Supernatural

Review: Supernatural 7×11 – Adventures in Babysitting

Nossos boys estão de REVENGE. 
Pela primeira vez, o episódio foi mais OS personagens do que O CASO. Não foi um episódio fantástico, não escreveram o caso da semana muito bem. O roteiro ficou por conta dos personagens, e Supernatural sempre foi apenas uma coisa: Família. Mais uma vez, a série tenta fazer a gente se emocionar.
Eu penso o seguinte, a cada temporada de Supernatural, os vampiros mudam (ou pelo menos seus parentes). Aquilo era pra ser um vampiro? Fui buscar mais informações sobre o que era, e pelo que eu vi, era meio que uma serpente venenosa, daí uma coisa que o episódio não explicou. Perceberam o tanto de sangue que o Sam perdeu? O tanto que ele ficou envenenado? OKAY, CADÊ ELE PASSANDO MAL E SE TRANSFORMANDO NUMA, NUMA SERPENTE? Haha, ele só ficou um pouco desmaiado, e apenas isso. 
A importância desse caso não foram caçar esses monstros, e sim salvar a vida do pai caçador de uma adolescente esperta, e ter que cuidar dela. Daí o nome do episódio: Adventures in Babysitting, porque enquanto a garota Krissy se mostrava madura (Dean Girl Version) querendo resgatar seu pai e tal, os garotos Winchesters estavam à procura do último pedido de Bobby antes de morrer, aqueles números 45489.
E sobre o Bobby, ownt que saudade. Achei bonito o que fizeram pra mostrar como os meninos sentiam sobre eles. Na primeira semana, eles de luto, olhando para a garrafa vazia. Na segunda semana, eles procuraram saber o que eram aqueles números, senha do banco? CEP? E-mail? Na terceira semana, aprofundaram ainda mais na busca, indo atrás do assassino de Bobby, Dick Roman, o leviatã #1. 
A parte que Dean vai atrás de Frank Devereaux (quem não lembra, apareceu no 6×06) para saber mais dos números, foi bem de longe interessante. Tá ok que descobriram que os números eram coordenadas, mas pra que? Um terreno que os leviatãs estavam construindo algo. PRA QUE? Isso também não foi falado, mas talvez nos próximos. Ou seja, só pra encher linguiça.
Daí tá, a parte interessante ficou quando Dean foi resgatar Sam das “vampiras”, e que finalmente participa do caso, quando só quem sabe onde ele está é Krissy, que também está a procura do pai. Achei bem legal a conversinha deles, e o jeito que ela tomou conta das vampirinhas foi awesome, pareceu uma… pequena Jo. Lembram quando eles acharam que a Jo não sabiam caçar? Pois é.
A decepção do episódio ficou por conta dessas serpentes ter mordido o Sam, e terem arrancado apenas sangue, sem nenhum sentido. O que fechou, claro, foi o sorriso “maléfico” de Dean, um sorriso feliz, que se mostrou feliz mesmo sabendo que eles estavam na merda. Que mesmo depois que Bobby morreu e que tinha muita coisa pela frente, eles tinham que continuar, segundo o conselho de Frank.
 Nota do Episódio: 7.9
E Mais:
– Quem foi que tomou a garrafa de Dean? Será que foi o fantasma de Bobby para não deixar Dean bêbado? Seria uma teoria legal. 
@ipcs_

Sinopse+Fotos+Promo: Supernatural 7×11 – Adventures in Babysitting

Supernatural retorna com vamp.. Isso são vampiros? 

Data de Exibição: 06/01/12 às 21horas nos EUA, na CW

  Sinopse
ATRIZ CONVIDADA DE “ONCE UPON A TIME” MEGHAN ORY -Ainda se recuperando depois do que aconteceu com Bobby (Jim Beaver), Dean (Jensen Ackles) se torna perigosamente obcecado por encontrar uma maneira de derrubar Dick Roman (ator convidado James Patrick Stuart). Enquanto isso, Sam (Jared Padalecki) decide ajudar uma adolescente (atriz convidada Madison Mclaughlin) a procurar pelo seu pai (ator convidado Ian Tracey), um caçador que desapareceu. Sam traça os últimos passos dele por uma parada de caminhões onde a ajuda (atriz convidada Meghan Ory) acaba por não ser tão amigável. Jeannot Szwarc dirigiu o episódio, escrito por Adam Glass.


Em breve, nossa review do 7×11!
@ipcs_

Séries sobrenaturais

Hoje quis fazer uma matéria sobre minha séries favoritas no ramo do sobrenatural

Charmed
Pra começar temos Charmed. Que aposto que vocês não devem conhecer, porque eu sou uma pessoa reservada e nunca falei muito a respeito. Certo? 😉 
Sarcasmo meu. Quem me conhece sabe que é a minha série favorita e o assunto que mais falo.

Pra quem não sabe a série fala sobre três, ou quatro… Talvez cinco? 

Sobre irmãs! (assim é bem mais fácil).

Que descobrem serem bruxas, e que toda a geração de sua família o era.
Pra terminar, uma de suas ancestrais profetizou que um dia existiriam três, ou quatro… (Já que vira e mexe sempre aparece mais uma garota no grupo, vamos pular essa parte!) irmãs que seriam as bruxas boas mais poderosas que o mundo já conheceu. Elas seriam conhecidas como The Charmed Ones (As Encantadas) e que matariam todos os seres *maléficos existentes na Terra.  
Traduzindo: Demônios, monstros, vampiros, etc.

É meu programa favorito! Acho excelente.
E ele tem uma ótima química entre tratar sobre coisas sobrenaturais e problemas da vida real. Acho as personagens muito bem feitas, e o que gosto de Charmed é que quando você terminar de assistir a série, vai olhar pra trás e falar “Nossa, essas meninas já passaram por tanta coisa“.

As personagens evoluíram  tanto (por favor, não pense em pokemons!) e passaram por vários dramas, momentos difíceis etc.
É  algo que te deixa nostalgia porque é um seriado feito com muito carinho.
Sei lá, não sei se sou só eu, mas eu me apego bem as garotas.

E pra mim, melhora muito a partir da 4ª temporada pois é quando entra minha irmã favorita. Paige Matthews … Ai, meu sonho é conhecer uma garota como ela! haha

Ghost Whisperer
 

Minha querida Ghosty! *-*

Eu sempre assistia quando passava na Tv, mas foi esse ano que comecei a comprar e acompanhar todas as temporadas. E nossa, me apaixonei! Virou uma das minhas séries favoritas!
E na verdade, tudo isso começou por que eu achava os boxes dos dvd’s lindos!
Ai quis começar a assistir para poder comprar.
(Sim, eu sei. Sou um comprador compulsivo. Muito triste… e meu pai também acha isso, principalmente no final do mês quando ele vê o valor total dos meus gastos)
Diferente de Charmed, ou de Supernatural (que logo falarei em seguida), Ghost Whisperer não tem tanta ação. Dificilmente vemos a Melinda lutando ou coisa do tipo. (Também, que trouxa iria querer dar um soco em um fantasma?). Então digamos que ela enfrenta os problemas sempre de forma mais benigna. Mesmo assim, é obvio que não deixa de ser ruim. As histórias são muito bem elaboradas. Sério. Os produtores conseguem pegar qualquer tipo de assunto para criarem os episódios, e no fim sempre sai algo bacana!

Correndo pro assunto: A história se baseia em Melinda Gordon.
Uma jovem que acaba de se casar e de se mudar para a pequena cidade de Grandview.
Tudo poderia ser extremamente normal, se não fosse pelo fato de que ela consegue ver e falar com os mortos. E é isso que basicamente se desenvolve a série.
Ela ajudando os fantasmas a resolver seus assuntos pendentes e a fazelos passarem para o “outro plano”. Céu, limbo, seja o que você quiser…

No começo parece ser tudo tão aleatório, mas ai Mel descobre que talvez, ela não tenha ido parar naquela cidade por acaso, que não tenha sido uma coincidência. E que abaixo da cidade, existe um mundo subterrâneo onde ficam “fantasmas muito maus” (assim por se dizer) e que junto com isso, irão aparecer cada vez mais mistérios.

Supernatural 
Lá vamos nós! Aposto que alguns já vão pensar que vou falar mais mal do que bem da série, já que demorei para me simpatizar com SPN.
Mas isso não é completamente verdade.
É verdade que eu acho que Supernatural aposta mais em efeitos especiais e em ação do que em história em si. Mas também posso estar errado, já que só estou no inicio da 4ª temporada. E crio expectativas de que a história vá evoluindo e melhorando cada vez mais com as temporadas.
Por exemplo, já se evoluiu uma boa trama da segunda pra terceira temporada. Coisa que nem tínhamos ainda na primeira.
Enfim. O que esses dois marmanjos tem de especial além de beleza…
São dois irmãos, que perderam a mãe cedo. E eles vem de uma família de caçadores.
Então ao invés de como nós, que brincávamos com bonecas ou carrinhos aos 4 anos, pode-se dizer que eles “brincavam” de acertar o coelhinho branco com uma espingarda.
E foi assim que Dean e Sam cresceram. Virando dois benfeitores que a cada semana viajam de cidade em cidade caçando monstros e salvando vidas.
Se lembram do lance de não ter muita história? Bom, tem uma coisa desde a primeira temporada que intriga a gente. Qual é o lance do Sam?
Eu estou na quarta e ainda não posso dizer que descobri ao certo.
Mas digamos que ele tem poderes paranormais e que aposto que tem alguma coisa a ver com seu lado demoníaco.  Isso é bem legal porque em relação a série, como eu disse antes, o plot do personagem é bastante grande.
* Pelo amor de Deus. Não me digam que vocês não sabem o que é um plot!
Tudo bem, eu também descobri essa semana.
Plot é a história do personagem, da série ou da temporada, no que ela se baseia, o arco central.

___________________________________________________________________________

Pra quem se interessar
● Charmed passa o canal Liv
● Ghost Whisperer na Sony
● Supernatural, infelizmente está fora de ar.

___________________________________________________________________________

Acho que é só isso mesmo!
Lembrem-se que comentários mudam o mundo! (:

Misha Collins Retorna em Supernatural nos Episódios Finais

“Agora é oficial: Misha Collins está definido para retornar ao Supernatural da CW mais tarde nesta temporada.”

Especificamente, um porta-voz da Warner Bros TV diz que Collins aparecerá como ator convidado no episódio 17, bem como em “pelo menos dois episódios adicionais” além de que – embora não necessariamente como anjo caído Castiel.

Sempre foi nossa intenção de trazer de volta Misha, de alguma forma“, diz a produtora executiva Sera Gamble logo após o famoso Castiel saiu da tela no início da temporada. “Nós certamente não podemos dizer muito sobre onde a história está a ir, mas nós amamos Misha e quero continuar a trabalhar com ele.

Esta sexta-feira passada, foi ao ar Supernatural episódio 10 desta temporada, que serviu de fall finale. A série CW retorna com episódios novos em 06 de janeiro.

Em torno ou antes do tempo Collins ressurge em Supernatural, ele também será convidado em Ringer da The CW, aparecendo no episódio 14, quem é fã do ator não pode perder.

Eu acho que só de Misha Collins aparecer vai ser incrível, mas sem o personagem Castiel? Ele também tem que voltar. Depois que o receptáculo dele explodiu no 7×02 “Hello, Cruel World”, eles vão ter que fazer um episódio incrível com a volta dele.

Review: Supernatural 7×10 – Death’s Door (Fall Finale)

Você quebra tudo que toca.

Se você reclamou algum dia já reclamou de Bobby Singer não aparecer tanto em Supernatural, conheceu o cotidiano do velho bêbado em 6×04 ‘Weekend at Bobby’s’, e neste episódio, sua dolorosa morte e suas tentativas de escapar dela. CHOREI… O EPISÓDIO… INTEIRO, assim como nas mortes de Ellen e Jo em 5×10 ‘Abandon All Hope’. Queria só agradecer ao maravilhoso roteirista do episódio, Sera Gamble (showrunner, a responsável por f*der com a 6° Temporada e fazem POSERS – sim, posers, pois se fosse fãs de verdade não iriam… – abandonarem a série), por me surpreender a cada segundo, a cada detalhe emocionante.
Quem diria que Bobby Singer, o segundo pai dos nossos jovens caçadores Winchester’s, iria morrer algum dia? Todo mundo sabia que ele podia morrer a qualquer hora, só não queríamos isso. Bobby já enfrentou coisas demais na vida, monstros, fantasmas, demônios de todos os tipos, mas o maior demônio da sua vida conhecemos na sua última memória, na sua ultima porta antes da morte.
Eu simplesmente amei, desde o inicio que mostrou a bala encrava na testa do Titio Bob, toda porta que ele entrava era uma lembrança, seja boa ou ruim. E ele tentando correr do seu ceifador, chamando em uma certa memória seu BFF Rufus (que morreu no 6×16) para encontrar a última e pior lembrança, a última porta que poderia ou não escapar da morte, olha podem me chamar de idiota, mas até escrevendo essa review estou arrepiado.
Quanto à Dean e Sam, fiquei com maior dó, QUE DÓ QUE DÓ! Sam estava triste, mas o Dean… Tava pra derramar litros e litros. Perder a pessoa que eles consideram seu segundo pai, aliás, perder os dois pais, é bem triste, é um azar maldito. Dean teve a chance de encontrar Dick e ameaçá-lo por um instante, mas não serviu de nada, também não entendi as pessoas no fundo tirando foto, será que ainda tem a ver com o 6×06? Mas enfim, eu quase que me decepciono quando o Bobby acorda do nada, porque tipo, se é o episodio da morte dele, é pra ele morrer não?
Felizmente ele teve a chance de escrever um recado na mão de Sam, dizendo “454895”, a mesma mensagem que ele que os garotos lembrassem o que estavam acontecendo. Sei lá, esse é um código de..de morte? Não foi revelado muito sobre isso, só que o Bobby precisava falar pros garotos desse número.
Agora uma coisa é certa, será que Bobby vai escolher ser um fantasma, ou decidir ir para “o além” com o ceifador? Porque eu concordo com Rufus, algum caçador teria de matá-lo, sem falar do tanto que ele ficaria louco e sozinho. Mas acho que ele escolheu ir com o ceifador sim.
Em tributo ao nosso velho caçador bêbado, deixo um vídeo avulso de um dos seus momentos melhores momentos. Supernatural retorna dia 06 de Janeiro, com o episódio 7×11 ‘Adventures in Babysitting’.
#RIP BOBBY SINGER.
Nota do Episódio: 10
@ipcs_

Sinopse+Fotos+Promo: Supernatural 7×10 – Death’s Door (Fall Finale)

Um episódio de matar corações, literalmente.


Sinopse:

BOBBY REVISITA SEU PASSADO – Enquanto Sam (Jared Padalecki) e Dean (Jensen Ackles) corre o relógio sobre uma missão de alto risco, Bobby (Jim Beaver), procura a ajuda de um impróvavel velho amigo para resolver um dos casos mais pessoal de sua vida. Robert Singer dirigiu o episódio escrito por Sera Gamble.
Data de Exibição: 02/12/11 às 21horas nos EUA, na CW

[MEGA SPOILER, NÃO VEJA SE NÃO QUISER ESTRAGAR SURPRESA) Promo Oficial:

[ATUALIZADO 23/11] Fotos Promionais:

Um comentário sobre essa promo? Selecione o texto abaixo para evitar spoilers. ↓
CARAAAAAAAAAAAAAMBA, BOBBY VAI MORRER? AAAAAAAAH E EU VOU JUNTO!

Pessoal, não liberam as fotos promocionais ainda, mas quando forem, essa postagem será atualizada.
Em breve a review do 7×09- How to Win Friends and Influence Monsters
Lembrando que a Fall Finale, é o ultimo episódio do ano, e só retorna dia 06/01.

@ipcs_

TOP 5 : Melhores Parceiros

Olá galera, hoje no TOP 5 teremos “Melhores Parceiros”, tive o prazer de selecionar algumas duplas que trabalham juntas nas series, algumas dessas duplas (a maioria Casais) já se tornaram “Shipper” para os fãs que admiram e acompanham passo a passo o trabalho que eles fazem.Eu particularmente já sou shipper da maioria dos casais que se encontra presente nesse TOP (RS), e como to fã torço para que essas parcerias entre eles não acabem e que continuem fazendo um ótimo trabalho.
5° Lugar.

O 5° lugar vai para…
Dean Winchester e Sam Winchester de “Supernatural”. Os irmãos Winchester conquistaram a todos com sua união e força para fazer justiça, os casos bizarros, as historias medonhas e surpreendente fez com que eles se tornassem um dos melhores parceiros de todos os tempos, sem dizer a beleza dos irmãos, que deixa qualquer um louco, inclusive ”Eu kkkk”. (Delicinha… sorry não resisti rs ).
Continuando…

4° Lugar .

O4° lugar vai para…
Jane Rizzoli e Maura Isles de “Rizzoli and Isles”. Apesar da série esta ainda na 2° temporada já tem um numero de fã magnífico, Jane e Maura alem de trabalhar juntas, tem um único foco, que é a amizade entre elas, isso e claro acaba fazendo toda diferença já que ambas tem o apoio uma da outra. (*-*)
Vamos que vamos…

3° Lugar .

3° Lugar…
Kate Beckett e Richard Castle de “Castle”. Para quem assisti a série, sempre soube que essa parceria entre Kate e Castle iria dar certo, alem de resolver os casos, eles tem aquela coisa que se chama “Química”, envolve humor e ao mesmo tempo esperança de ver essa dupla ficarem juntas, mais o que importa e que eles formam uma dupla perfeita e fazem um ótimo trabalho na série, é claro que espero ver eles juntos, mais enquanto isso vou se contentando com o trabalho deles e esperando um “Milagre”, (#Eucreio kkkkk).

2° Lugar .

2° Lugar…
Peter Bishop e Olivia Dunham de “Fringe”. Ultimamente a dupla têm dado dor de cabeça para nós fãs nesses últimos tempos, em todos os sentidos, vendo pelo lado da parceria e pelo lado pessoal do casal que se encontra. Não a quem não apóie essa parceria, apesar do casal não esta tão unido ultimamente (Spoiler), eles já resolverão casos de deixar qualquer um a duvidar, fizeram nossos corações bater mais rápido do que deveria por varias vezes, isso é o que tornam eles serem tão especiais ao ponto de se torna uma das melhores duplas atualmente. Todos sabem que a série esta passando por momentos difíceis,chego a imaginar não ter mais o trabalho da dupla por perto, mas qual for o destino da dupla ou da série “pra mim” esse fator não mudara em nada, porque eles sempre continuaram sendo uma das minhas duplas favorita, sempre Polivia #SaveFringe .
Vamos continuar porque NE. Ninguém é obrigado a ver eu “chorar” rsrs…
E o primeiro lugar vai para… Tâdã- Dãndãn rs..

1° Lugar.

1° Lugar… …
Brennan e Booth de “Bones”. O que dizer dessa dupla que já mi fez ,chorar , rir, e ate mesmo sentir raiva, isso mesmo, varias emoções rs . Por alguns anos os fãs vêm acompanhando a historia dessa dupla que esta fazendo um ótimo trabalho na série, Começou como quem não queria nada e hoje esta como esta, só Love (Spoiler). Todos amam essa parceria que acabou dando certo e unindo o casal, nem depois de tantos obstáculos e dificuldade eles não se desuniram e acabaram onde estão (Amo). Espero que continuem assim.

Review: Supernatural 7×09 – How to Win Friends and Influence Monsters

Vou dormir pensando nesse Demônio de Jersey.

 Um episódio cheio de piadas, roteiro bem feito (claro, escrito por Ben Edlund né) e um gostinho de 1° Temporada. Não é a primeira vez em Supernatural, que temos um caso e um monstro rondando por aí, mas não é realmente aquele monstro o verdadeiro problema. Só de ver o previously, tá na cara o primeiro suspeito: leviatãs e não acaba por aí.

Aaah qual é, depois de tanto eu ouvir falar sobre o monstro mais clichê do universo, o Demônio de Nova Jersey, não foi realmente ele? Que decepção. Brincadeira, tava na cara que o “demônio” era resultado de algo com alface, pão, cebola, ketchup, queijo cheddar, enfim. Mentira, essa me pegou de surpresa, deu saudade de vê-los caçando DE VERDADE, confesso que deu uma nostalgia de continuar esse episódio, mas foi em geral, um plot bem usado.
Acontece é que os seres na floresta atacando pessoas, foram vítimas dos efeitos colaterais ocasionais da carne para afetar os seres humanos, feita pelos leviatãs, inclusive o leviatã japinha e o médico (ambos apareceram em Hello, Cruel World e The Girl Next Door) O resto da afetadas estão sendo realizadas dentro do laboratório, em gaiolas.
O título do episódio na minha opinião, é melhor ser visto “Como Fazer Amigos (Para matá-los) e Influenciar Monstros, seria o seguinte: enquanto os leviatãs viajavam as pessoas infectadas nas gaiolas, eles passaram a não ficar sozinhos (?), influciando monstros, ou melhor, vendo até que ponto poderiam chegar. Bom, tirem suas conclusões, fiquei meio confuso haha. Também pode ser o fato do papinho de Bobby e Sam ou Bobby e Dean, sei lá.
Falando no Pinto, Oops, Dick, foram cenas bem cansativas, até porque ele escolheu uma pessoa que já da política, ou seja, muito blá-blá-blá. Ele na verdade só ficou viajando os caras pra ver como anda os sanduíches e a transformação das pessoas. Agora foi massa quando ele fez o médico leviatã lá comer a própria mão.

E não me diga que o Bobby morreu, será mais um plot desesperado pra melhorar a temporada? Ou o salário tá tão ruim que tem que cortar os atores mesmos dando os seus melhores nos personagens? É uma grande chance dele morrer sim, porque o próximo episódio chama 7.10: Death’s Door (daqui 2 semanas, mimimi), brincadeira que é Fall Finale ein, Supernatural tem mania de fazer episódios de n° 10 perfeitos demais.
Nota do Episódio: 8.9
(Isso não é um 9, ok? Pra ganhar 9 teria que ser muito bom no ínicio)
E Mais:
– Foi tão rápido que eu queria mais!
  O diálogo de Bobby e Sam & Dean foi muito bom, parecia pai e filho. Gostei deles conversando sobre a Lisa e Ben, Titio Lucifer, Sam apertando a merda do machucado na mão até hoje… Só deu nostalgia, mas gostei.
– GENTE, Dean super-ultra-mega engraçado, querendo comer toda hora justamente quando eles estavam tirando as tripas lá do monstro! Haha, foi hilário! E ele chapado, o que foi aquilo?
– Gostei dos efeitos especiais que fizeram naquele monstro, E QUE NOJO! Ele começou cabeça de gato. Também adorei o jeito que o Bobby mirou e atirou no ‘demônio’, falando em jeito de caçar, pelas fotos promocionais achei que seria um episódio inteiro deles na floresta, seria mais interessante.
@ipcs_

Review: Supernatural 7×08 – Season 7, Time for a Wedding!

Um dos piores títulos da série, é um dos melhores episódios.

Pra começar, esse título pareceu um grito de vitória da Sera Gamble quando a CW deu a autorização para a renovação da temporada, aí ela gritou “BELEEEZA GENTE, SÉTIMA TEMPORADA, HORA DO CASAMENTO, IRRUL É NOZES”. Episódios especiais da série deveriam também ter títulos especiais, assim como foram o 4×18- The Monster At The End Of This Book, 5×08- Changing Channels, 6×15- The French Mistake, etc. Eita Kripke, sentimos sua falta.
Este episódio foi maravilhoso de certa forma, e ao mesmo tempo, contribuiu bem pouco para a temporada. Tava NA CARA que o noivo seria o Sam, mas o choque foi saber que a noiva era a Becky, fã #1 dos livros do desaparecido Chuck (eu ainda acho que ele é Deus rs). A última aparição de Becky foi no 5×09, e sei lá, ela chegou nesse episódio detonando, muito mais diva, linda e poderosa, e como qualquer fã do mundo, fazer de tudo para ficar com seu ídolo, ou seja, ela amadureceu sim, mas ao mesmo tempo nem sabia no que estava se metendo.
 Eu sabia que tinha uma coisa errada naquele casamento, não tinha como Sam encontrar Becky do nada e casar com ela, ela estava tramando algo e não era nenhum demônio ou leviatã. Era simplesmente ela, envenenado Sam com poção do amor (parabéns pra você, se lembrou de Harry Potter e o Enigma do Príncipe). O que pegou de surpresa é que o amiguinho  negão dela, quem estava dando a poção, era um DEMÔNIO! Que saudades com casos de demônios. A surpresa também, é que ele estava fazendo aqueles tratos de desejos em troca de almas, exatamente um dos melhores plots da série que foi deixado para trás.
Sabe que de fã para fã tava amando essa idéia da Becky casada com o Sam? Sei que ele estava sendo envenado e que toda vez que o surto passava ela precisava de mais vidrinhos da poção. Quando o amigo dela revelou-se um demônio, e ofereceu não 10 mas 25 anos de vida em troca do amor do Sam, ela podia muito bem ter feito o trato, e os meninos caçarem o demônio para disfazer o contrato (renderia uma ótima temporada), mas não, ela foi mais inteligente.
Pra não dizer que eu não falei das flores, gostei da aparição do DJ Quails, como o caçador avulso Garth, mandado por Bobby. Eu esperava que ele fosse dar o bote e falar que é do mal também, mas o garoto magricela (AGAIN, Harry Potter) foi um ótimo personagem, e aproveitou sua big shoot ao abraçar o Jasen Ackles, acho que ele sonhou a vida toda com isso.
Também tivemos uma pequena participação bem surpresa do Crowley, dessa vez barbudo, parecendo aqueles caras que levam fora, deixa a barba crescer e fica comendo salgadinhos no sofá e esquece do mundo. Achei bem interessante ele falar que obrigou os demônios ficarem longe deles porque ele também quer os leviatãs fora do caminho.
Nota do Episódio: 9.5
E Mais:
– Destaque também para a abertura personalizada, eu esperava mais, mas essa ficou bonitinha. Gostei do bolo de casamento escrito ‘Time for a Wedding’ e em seguida o bolo explodindo e surgindo a abertura normal!
– Finalmente depois de uma temporada e meia, Chuck foi mencionado! Mas e aí, cadê o retorno dele?
 O amiguinho da Becky se chamava Guy, ou seja, Cara. Ok produção, que sem criatividade foi essa no nome do personagem? Fiquei sem entender.
– Achei bem intenso o demônio fazer os contratos acelerarem mais rápidos, fazendo um outro demônio matar as pessoas que fez os contratos pra conseguir as almas mais rápido. Confesso que eu não estava entendo merda nenhuma do caso que o Dean pegou, ficou difícil de entender, mas foi esclarecido mais tarde.
– Confira a promo, sinopse e fotos promocionais do próximo episódio 7×09- How to Win Friends and Influence Monsters, AQUI.
@ipcs_

Fotos e Promo: Supernatural 7×09 – How to Win Friends and Influence Monsters

Esse vai ser um episódio com gostinho de primeira temporada!

Sinopse Oficial:
How to win friends and influence monsters (18 de Novembro) – É a vez do demónio de Jersey – Sam (Jared Padalecki), Dean (Jensen Ackles) e Bobby (Jim Beaver) irão tornar-se caçadores no sentido mais verdadeiro da palavra, quando eles acamparem num parque nacional em New Jersey para localizar uma criatura que está atacando pessoas na floresta. Os moradores da cidade afirmam que é o demnio de Jersey, Dean está emocionado em achar um restaurante chamado Biggerson’s na cidade, mas fica desolado quando descobre que o sanduíche especial parece estar fazendo as pessoas ficarem loucas. Dirigido por Guy Bee e escrito por Ben Edlund.

Fotos Promocionais:

Promo Oficial:


Lembrando que este será o penúltimo episódio do ano, e depois dele terá um pequeno hiatus de 1 semana, voltando dia 02/12, com o episódio 7×10- Death’s Door (Fall Finale), ou seja, a série só vai voltar dia 06 de Janeiro, no episódio 7×11- Adventures in Babysitting

Em breve a review do 7×08!
@ipcs_