Arquivo da categoria: Suits

Review Suits 1×12 – Dog Fight (Season Finale)

 Bom, não que não fosse previsível que a deixa para a próxima temporada seria sobre a mentira de Mike acobertada por Harvey.

“e eu pensando até agora que alguém ia descobrir sobre Mike ou algo do tipo, mas ainda temos um episódio e esta pode muito bem ser a deixa para a segunda temporada,” (Review suits 1×11 – Feito por mim)
Mas nem por isto o episódio deixou de ser bom e de manter o nível da temporada.
Primeiro temos a relação Donna-Harvey, que admiro cada vez mais, principalmente por que neste episódio da pra gente perceber o quanto ele depende dela também, e falando em Donna, para mim ela tem sido junto com Louis os destaques deste seriado, com certeza são meus favoritos.
Rachel passa boa parte deste episódio “roendo” por Mike, inclusive na companhia de Donna, o que gerou uma cena muito boa e bem bonita .
Louis também teve seu momento quando tentou se importa para Jéssica, uma cena muito bacana e que só confirmou o quanto o ator cresceu durante todo o seriado.

Harvey enfrenta um caso bem difícil e junto com Mike, que se parece cada vez mais com Harvey, consegue vencê-lo, depois de tudo parecer perdido, e liberta o jovem que foi preso erroneamente. Com certeza no que diz respeito aos casos este foi um dos mais bacanas devido as inúmeras reviravoltas que aconteceram e devido ao que estava em jogo.

Um dos personagens chaves é Trevor, que voltou para pedir ajuda a Mike, e que ao fim do episódio descobre do romance entre Mike e Jenny e para se vingar vai falar com Jéssica sobre Mike. Sim ele não fala nada ainda, diz apenas que tem algo para contar sobre Mike, e essa foi a previsível deixa para a próxima temporada, não gostei muito, mas vamos ver o que vai acontecer em 2012.
E ainda podemos ver neste episódio uma grande quantidade de referencias a filmes clássicos, como por exemplo “Mississipi em chamar”.
O seriado foi muito bom, e pra quem acompanhou com certeza ficou um gostinho de queto mais, e que venha mais e mais… agora é procurar outro seriado para acompanhar enquanto não chega 2012, e aproveito aqui para indicar um que comecei a acompanhar a pouco e muito tem me agradado.  Blue Bloods, confiram e digam se gostaram ou não.
Forte abraço a todos e até 2012!!

Cleber Filho

P.S.: E um parabéns especial para equipe de legenda Griots Team, pela excelente qualidade das legendas, bem como pelo compromisso em não deixar os viciados esperando muito. Vlw galera!
Anúncios

Review – Suits 7×11 – Rules of the Game

O episódio deixo bem claro no que será focado o final da temporada, por um lado Harvey tentando corrigir um velho erro e libertar um homem condenado erroniamente e por outro o triângulo amoroso de Mike, e eu pensando até agora que alguém ia descobrir sobre Mike ou algo do tipo, mas ainda temos um episódio e esta pode muito bem ser a deixa para a segunda temporada, mas vamos deixar a season finale para a semana que vem e ver o que aconteceu tanto em Rules of the Game.

Desta vez o episódio vem com três pontas interessantes, na primeira Harvey reencontra seu ex-chefe, um promotor foi seu principal mentor e que fazia de tudo para ganhar os casos inclusiva coisas ilícitas, como esconder evidencias. Mesmo que segundo ele todos os que foram condenados eram de fato culpados.
E o grande problema é que ele começou a ser descoberto, e a promotoria precisa que Harvey deponha para incriminá-lo de vez. Eis o grande dilema do episódio para Harvey, ser correto e denunciar o cara que lhe ensinou quase tudo que você sabe ou protegê-lo e cometer perjúrio.
Ocupado demais com este problema Harvey passa para Mike uma divisão de bens entre duas irmãs, sendo que Mike deverá defender os interesses de uma delas e Louis da outra. Eis que nosso garoto prodígio não atingiu as expectativas!!
Louis da outro show de atuação e consegue colocar Mike no bolso durante as negociações.
Na ultima ponta fica o triangulo amoroso entre Jenny-Mike-Rachel, apesar de com Rachel não ter passado daquele beijo, Mike realmente ainda sente algo bem forte por ela, e o pior não consegue esconder isto durante o encontro duplo com ele e Jenny e Rachel e um associado(aquele que venceu Mike no julgamento simulado). É sempre bom ver Mike respondendo as provocações dele e o jantar em si foi bem interessante.
Voltando ao caso de Harvey, este episódio foi das mulheres: Primeiro Donna, a ruiva consegue as provas para evitar que Harvey precise depor e ainda assim conseguirem que o promotor pague pelo que fez, já Jéssica toma a frente de tudo e resolva toda a situação para Harvey. Muito bom ver a parte da amizade e do respeito neste episódio, sem falar nas relações mentor-pupilo.
Acho que foi sem dúvida um dos melhores da temporada, e esta vem conseguindo terminar de forma muito boa, lembrando que falta apenas um episódio.
Abração e até semana que vem.

Cleber Filho

Review Suits – 1×07 – Shelf Life

Diferente de quase todos os episódios anteriores, neste o foco é apenas um único caso, o que não torna o episódio menos interessante ou mais monótomo.
No caso em si um contador que nunca conseguiu licença para exercer a função de contador enganou seus patrões e já estava a 9 anos trabalhando em uma empresa, quando enfim é descoberto.
Apesar de ser um excelente contador e de ser incrivelmente bom com números, ele é demitido pois apesar do CEO saber já há algum tempo desta grande mentira, preferiu manter o bom funcionário. Mike ver neste caso o seu futuro, e começa a analisar as conseqüências de suas ações, e de como elas podem afetar não só ele, mas Harvey e a empresa.
Quanto a outra trama como já falei não foi outro caso, mas o relacionamento amoroso de Mike e Jenny(pois é, ela voltou e voltou com tudo), o casal realmente se encaixa em cena e a sintonia é excelente. Além de bonita Jenny se mostra muito inteligente e últil durante todo o episódio. Apesar de torcer pela Rachel agora eu fiquei meio balançado. e falando em Rachel o episódio tem seu ápice com certeza na cena da foto abaixo, que a muito é esperada pelos que acompanham o seriado e que com certeza veio na hora certa! Agora vamos ver como eles vão levar este “relacionamento”.

E é sempre bom ressaltar a excelente atuação de Rick Hofman(Louis), participou pouco mais de forma marcante.
O seriado vem ficando cada vez melhor, vamos ver o que vem por ai nos últimos episódios desta temporada!

Review Suits 1×09 – Undefeated

O seriado vem conseguindo manter um padrão no que diz respeito ao nível dos episódios, e o nono episódio da primeira temporada não foi diferente. Em Undefeated(invicto), como sempre duas histórias acontecem simultaneamente, em uma delas onde o foco principal é Harvey, um advogado invicto de Boston aparece para desafiá-lo em uma caso no qual uma empresa não fechou por completo um poço de petróleo antes de vender o terreno em que ele ficava e isto causou câncer em diversas pessoas. A historia em bem interessante, pois o advogado em bem parecido com Harvey e quase tão bom quanto… no fim Harvey consegue ganhar usando uma dica de Mike e um belo de um Bleff! Esta historia ficou muito boa principalmente devido ao fato de Harvey se sentir um pouco desafiado quanto a este caso.
Na outra historia Rachel é acusada de vazar uma lista de testemunhas de dentro da empresa para uma rival. E depois de ser suspensa por Louis, cabe a Mike procurar provar sua inocência. Uma parte interessante é ver que Mike possui um pouco de conhecimento Geek, com referencias a Exterminador do Futuro e a Battlestar Galáctica, também é legal ver o nível do setor de T.I. da empresa. A resolução da situação se da com um dos associados tendo usado o código pessoal de Rachel para vazar a lista, isto depois de ter recebido promessas de ganhos da outra empresa. Foi bem legal ver Mike ser esforçar para conseguir inocentar Rachel, e ainda mais legal ver a cena em que Louis pede desculpas a ela.
Como curiosidade fica que este episódio ficou entre os 20 programas de televisão mais vistos da semana, com 4,46 milhões de espectadores.
Abraço a todos e até a próxima semana.
P.S.: Pra quem ainda não sabe a série já foi renovada para 2012!! aew!!

Review – Suits 1×08 – Identity Crisis

Bom dia galera, e vamos agora a mais um Review do seriado SUITS.


O episodio 8 da primeira temporada começa novamente com Harvey se envolvendo em dois casos, um oficial e um por amizade. No primeiro ele tenta que um grupo de investidores devolva o dinheiro roubado de um abrigo de caridade. Talvez o ápice desta parte seja Harvey e Louis tendo que trabalharem juntos. 

Mostra também como advogados possuem modos diferentes agir, e que o jeito agressivo de Louis acabou complicando e muito a negociação. Mas no fim o conhecimento financeiro de mesmo e a insistência de Jéssica para que eles trabalhassem juntos conseguiu gerar o resultado desejado. Mas pelo visto esta união entre os dois vai durar apenas este episodio J.



No outro caso Harvey pede que Mike investigue a filha do dono de uma grande empresa, e pedido do pai da mesma. Mike acaba descobrindo que ele estava roubando dinheiro do pai por considerar errado o trabalho do mesmo, e que pretendia doar este dinheiro. 


Embora sem sucesso Mike tenta consertar tudo através da conversa mas fica complicado quando Lola descobre que ele nunca se graduou em direito em Harvard, mas a insistência de Harvey de que tudo estava acontecendo apenas por necessidade de atenção da filha para com o pai fez com que Mike conseguisse resolver tudo e ainda conseguir um belo de um presente no final: Seu nome em Harvard.

Um destaque pra excelente referência a um dos melhores filmes de todos os tempo The GodFather. 

E parabéns para o GRIOTS TEAM pela legenda em tempo recorde para o seriado!!

Abraço a todos e até semana que vem!!
Cleber Filho

Review – Suits 01×07 – Play the man


E vamos primeiro as apresentações…

Eu…
Me chamo Cleber Filho, sou membro do Griots Team, e começo hoje a contribuir com o Blog Seriados em Serie, falando um pouco sobre o seriado Suits.

O seriado…
Apesar de Suits ser mais uma série jurídica seguindo aquele velho formato de casos semanais, apresenta um grande diferencial, visto que a parte jurídica do seriado nem sempre é o foco principal do mesmo.
Os criadores são: Harvey Specter (Gabriel Macht), advogado bem sucedido, arrogante, trapaceiro, ambicioso, mentiroso e insensível; do outro lado, Mike Ross (Patrick J. Adams), um jovem sem grandes expectativas, mas genial, portador de uma memória fotográfica, gentil, esforçado e amoroso.
Personalidades opostas que começam a conviver profissionalmente e aprender um com o outro
E finalmente o Review (com spoilers)
O seriado continua mantendo sua, na minha opinião, excelente qualidade.
O sétimo episódio nos mostra como quase todos os demais dois casos acontecendo simultaneamente.
No primeiro Harvey organiza uma fusão entre duas grandes redes de hotéis, e enfrenta uma ex-colega de Havard, com a qual também possui um relacionamento sexual!
Apesar de reviravoltas da história e Harvey ter sido passado para trás em um determinado momento do episódio, ele consegue reverter a situação e conseguir o que era o melhor para o seu cliente, mostrando que ele é sim um excelente advogado, mas que mesmo os melhores advogados podem ser passados para trás..
No outro caso, um júri simulado é realizado na empresa onde Harvey e Mike trabalham e Mike é sorteado para defender uma das partes. Esta trama foi bem interessante pois apesar de Harvey e de os demais associados esperarem para ver que tipo de advogado Mike iria escolher ser(vencedor ou perdedor), apesar da oportunidade de ganhar o caso de forma limpa Mike prefere ser preocupar com o tipo de pessoa que ele quer ser, optando por perder o caso para não magoar sua amiga Rachel.
O episodio é bem envolvente e interessante, ainda tendo tempo de começar a mostrar um pequeno romance que vai envolver Mike.


Uma curiosidade interessante sobre o seriado é a sua ótima estréia com 4,6 milhões de telespectadores, o que é excelente para o canal deixando o mesmo em terceiro lugar.
O jornal Los Angeles Times diz que a combinação dos dois(Harvey e Mike) formaria um grande jurista.

Mas e ai… pra você que vem acompanhando estes 7 episódios… já bateu aquela vontade de comprar um terno novo?  🙂

Review – Suits 1×04 – Dirty Little Secrets


No episódio “Dirty Little Secrets” de “Suits”, exibido pela USA Network em 14 de julho de 2011, Harvey (Gabriel Macht) assume o caso de Quentin Sainz.

A empresa de Sainz está sendo processada em uma ação coletiva contra um medicamento criado por ele e que promete prolongar a vida de pacientes com E.L.A., mais conhecida como a doença de Lou Gehrig. A E.L.A. é incurável, uma condição na qual a mente está consciente, mas o corpo não obedece mais. Uma pessoa acometida pela E.L.A. não tem mais do que 3 a 5 anos de vida. De acordo com alguns usuários do medicamento a droga está causando insuficiência hepática e não cumpre o prometido. Inicialmente Harvey fica sem querer assumir o caso porque acha que não pode ganhar a ação e defender Sainz.

Jessica Pearson (Gina Torres) entra em ação e convence Harvey a aceitar o caso, afinal, Sainz é seu ex marido. Isso acaba mostrando que apesar de serem sócios na Pearson Harden eles não são amigos e que nem Harvey nem Jessica compartilham suas vidas pessoais. Depois de se sentir quase “traído” por Jessica não ter lhe contado, Harvey pede que ela se afaste do caso. O processo contra Sainz vai se complicando e o advogado das vítimas acaba estabelecendo um acordo em U$250 milhões. Nesse momento Harvey aciona Mike Ross (Patrick J. Adams) e lhe dá a tarefa de descobrir uma falha no processo contra Sainz que possa ajudá-lo a ganhar o caso.

E por falar em Mike, ele leva seu primeiro cliente, um caso pro bono, para a firma Pearson Harden. Frank, o cliente de Mike, está sendo despejado de seu apartamento por se recusar a pagar o aluguel do imóvel que está infestado de percevejos. E Mike, com a ajuda de Rachel (Meghan Markle), consegue ganhar seu primeiro caso. Rachel e Mike estão mais próximos a cada episódio, mas quando Mike tenta beijá-la ela diz que não sai com ninguém do trabalho.
Adorei a solução trazida por Harvey para o caso, ao mostrar que ao invés de brigarem na justiça esses pacientes deveriam se aliar ao próprio Sainz que também tem E.L.A. e conseguirem prolongar não só as suas vidas como a de milhares de pacientes que sofrem da mesma doença. E assim termina mais um ótimo episódio de Suits. Até a próxima e nos contem o que acharam deste episódio. *-*

Review – Suits 1×03 – Inside Track

No terceiro episódio de “Suits”, exibido em 7 de julho de 2011, temos Harvey (Gabriel Macht) e Mike (Patrick J. Adams) em um showroom de carros onde Harvey apresenta Mike ao atual CEO da McKernon Motors – primeiro cliente que Harvey trouxe para Pearson Harden – Robert Stensland (Hamish McEwan). Nesse episódio, Harvey entra em conflito com Robert por ele querer vender as terras da fábrica da McKernon Motors e levá-la ao exterior. 


A preocupação de Harvey está relacionada à qualidade dos motores que pode ser comprometida e ao relacionamento à distância com a empresa que também poderá ser afetado. Para evitar que a fábrica se mude Harvey contará, mais uma vez, com o brilhante Mike para descobrir algo que impeça Stensland de vender as terras. Isso custará mais uma noite em claro para Mike que acaba descobrindo que Stensland ainda é o CEO interino e precisa ser eleito oficialmente para poder mover a fábrica.

A missão de Harvey: encontrar alguém para substituir Stensland e apresentar ao Conselho. Mike sugere Dominic Barone (Titus Welliver) o engenheiro responsável pelos motores da McKernon Motors. Em uma reviravolta, vemos Harvey se unindo a Dominic e a Laurence – bilionário e aficionado por carros que irá comprar a McKernon Motors por U$250 milhões. Harvey está sendo iniciado como sócio sênior por Jessica (Gina Torres) que o está colocando sob pressão pra fechar com a McKernon Motors e Mike tem de agradar Louis (Rick Hoffman) que lhe pede para organizar o tradicional jantar “rookie”, dando-lhe uma lista de advertência com alimentos que ele não gosta e/ou é alérgico, além da responsabilidade de escolher um restaurante que agrade a todos. A bela Rachel (Meghan Markle) entra em ação e ajuda Mike na escolha do restaurante, em minha opinião um encontro disfarçado de ajuda. Torço por um romance entre eles. E vocês? O que acharam? Até o próximo episódio.



Review – Suits 1×01-1×02

 “Suits” é o mais novo drama jurídico da grade de programação do USA Network (White Collar, Covert Affairs, Burn Notice, Royal Pains, Necessary Roughness, Law & Order: Criminal Intent e In Plain Sight). A season debut em telas americanas aconteceu na quinta, 23 de junho de 2011 (ainda sem previsão de estréia no Brasil).

Suits 1×01 “Pilot”

Em Suits podemos contar com as ótimas atuações de Gabriel Macht (“Amor e outras drogas”) como o advogado Harvey Specter famoso por suas habilidades como “closer” em fusões e aquisições e por não jogar pelas regras. Jessica Pearson sua chefe na firma advocatícia Pearson Harden na cidade de Nova York, aqui interpretada pela atriz Gina Torres (“Alias” e “Huge”), reconhece seu ótimo trabalho e oferece-lhe a oportunidade de tornar-se sócio sênior em sua empresa desde que Harvey atenda alguns casos pro bono e traga um novo associado da Harvard Law School. Neste contexto surge o ator Patrick J. Adams (“Lost”, “Friday Night Lights”, “Pretty Little Liars”, “N.C.I.S.”, “Lie To Me” e “Flash Forward”) como o novo associado Mike Ross, dotado de um raciocínio rápido e uma memória fotográfica de dar inveja a qualquer mortal.



Neste piloto vemos Mike usando estas habilidades para sobreviver e ajudar sua avó que está muito doente. Mike precisa de dinheiro para mantê-la no abrigo e faz de tudo um pouco para conseguir. Assim, vemos Mike fazer o Exame da Ordem no lugar de estudantes de direito e ainda se meter em uma transação de drogas através de seu “muy amigo” Trevor. A transação nada mais é do que uma cilada armada por policiais disfarçados no mesmo hotel em que Harvey está fazendo as entrevistas. Mike praticamente “cai de gaiato” na entrevista e conhece Harvey. Dessa forma, nasce a mais improvável dupla de advogados do momento e Mike nem sequer é um advogado. 

O maior rival de Harvey na firma Pearson Harden é Louis Litt, interpretado por Rick Hoffman (“Cellular”, “The Day After Tomorrow”, “Conspiracy Theory” e “The Condemned”), que não se conforma por ter perdido a promoção e fará de tudo para impedir que Harvey a consiga. A bela “paralegal” Rachel Zane, interpretada por Meghan Markle (“Fringe”, “Without a Trace”, “CSI: NY”, “CSI: Miami,” e “The League”), torna-se uma aliada para Mike que passa a contar com suas habilidades em pesquisa para resolver as tarefas que Harvey lhe passa. 

 

Neste episódio, Harvey passa para Mike um caso pro bono de assédio sexual contra o CEO de uma grande empresa. As habilidades legais de Harvey e a humanidade encontrada em Mike nos mostram porque a união dos dois nos fornece de forma idealizada o que viria a ser “o advogado perfeito”.

Suits 1×02 “Errors and omissions”

A season premiere do segundo episódio de Suits, “Errors and omissions”, foi exibida em 30 de Junho de 2011. Neste episódio Harvey (Gabriel Macht) e Mike (Patrick J. Adams) estão trabalhando com um caso de patente representando Wyatt, interpretado por Eric Ladin (The Killing“), inventor de um telefone via satélite que cabe no bolso e, mais uma vez, vemos Mike se virando para não perder o emprego e não decepcionar Harvey o qual já está sendo visto como um mentor por Mike.


 

 

Para conseguir fazer uma solicitação de patente e poder sentar “na mesa dos adultos” Mike aceita a ajuda de Gregory um associado da firma que se aproveita de sua necessidade e ingenuidade para atolá-lo com mais de 4.000 páginas de resumos a serem lidas com a finalidade de encontrar discrepâncias. Mike passa a noite acordado e faz um trabalho tão bom que chama a atenção de Louis Litt (Rick Hoffman)

 

Louis passa a chantagear Mike para que ele consiga trazer um cliente milionário para a Pearson Harden e, dessa forma, tirar a promoção de Harvey mostrando a Jessica Pearson (Gina Torres) que ela errou e que ele deve tornar-se o sócio sênior. Neste episódio temos a chance de conhecer um pouco mais do caráter e moralidade de Harvey quando ele é acusado de ter um caso com uma mulher casada.